de 2014
Manchetes
O MATUTO
A flor de um jardim
08/03/2014
Nesta edição, não poderia deixar de transcrever uma reflexão descrita pelo pastor Salvador Dória, da Igreja Assembleia de Deus. Como é difícil confortar as pessoas na hora da perda de um familiar ou amigo, mas na vida nem tudo são derrotas ou perdas. Muitas vezes as pessoas questionam até Deus, do porque da perda de uma vida, mas precisamos analisar ao nosso redor, assistindo a vida sendo ceifadas, nas tragédias, homicídios, acidentes de trânsito, entre outras perdas humanas.
Infelizmente, ninguém está preparado para enfrentar isso, para aceitar perdas o fato da vida ser tão frágil, vendo a incapacidade de evitar a morte. Precisamos buscar a inspiração num jardim, numa flor, quando você tem a perda de uma pessoa especial na sua vida, é preciso olhar a sua história de luta, seu legado de bons exemplos, sua contribuição para com as pessoas, os amigos, familiares e sua comunidade. As perdas e tragédias se faz necessário para darmos mais valor e atenção à vida, por isso, o sacrifício, dor e lástimas para algo a mais, também para medir a fé de cada um.
Você não entra num jardim para apanhar um galho de árvore ou uma folha, geralmente as pessoas entram num jardim para apanhar uma flor, uma rosa, já pronta, redesenhada, com aromas e cores. A vida também é assim, Deus nos dá tantas oportunidades, as condições de seguir em frente, nos deixando claro, que o amanhã pode não existir, pois poderemos ser convocados a qualquer momento, para deixar este ambiente, seguindo para outra vida, numa nova experiência com Deus.
Muitas pessoas são assim, como a rosa, moldadas por Deus, quando estão prontas, cumpriram com sua missão neste ambiente, sendo convocados para o descanso eterno. Confira um trecho do hino 203, da harpa evangélica: O mundo de ilusão deixei, a senda de pecado e dor, pra ir ao meu glorioso lar; ali há gozo, paz e amor. No mundo não está meu lar, aqui não posso descansar; mas quero sempre avançar: No céu em breve hei de entrar...
João Muniz

João Muniz é acadêmico de jornalismo e representante do Jornal Correio em Quedas do Iguaçu, São Jorge d' Oeste, Catanduvas, Espigão Alto e Três Barras

Últimos Posts O MATUTO
 
Início | Quem Somos | Comercial | Redação | Direção | Sugestões | Trabalhe Conosco | Publicações | Fale Conosco | Política de Privacidade
Jornal Correio do Povo :: Rua Cel. Guilherme de Paula, 880 Fone: (42) 3635-2944 CEP 85.301-220 - Laranjeiras do Sul - PR