de 2014
Manchetes
Rapidinhas
Propaganda Enganosa
22/09/2010
O candidato Beto Richa não esteve nem em Diamante do Sul, tão pouco em Guaraniaçu na última quinta-feira (16), quem apareceu foi o vice Flávio Arns. Mas, segundo informações, parece que o Beto Richa pousou seu helicóptero e pernoitou em uma grande fazenda no interior de Guaraniaçu. Será? Não sei. Só sei que neste mesmo dia o Beto esteve nas cidades de Roncador e Campina da Lagoa, região próxima a essa tal fazenda...
Preocupante I
Dados repassados pelo IBGE mostram que o Censo 2010 não trará notícia boa para Guaraniaçu. Segundo as informações nosso município terá uma redução significativa no número de habitantes. Não atingindo se quer os 15 mil habitantes. Ou seja: simplesmente, o Censo só vem mostrar o que está acontecendo há vários anos em Guaraniaçu, que é o êxodo dos cidadãos guaraniaçuenses para outras cidades, principalmente a nossa juventude. Sem contar o envelhecimento populacional em nossa cidade que também é extremamente preocupante.
Preocupante II
Realmente, só não enxerga quem não quer. Mas, Guaraniaçu ao longo dos últimos 20 anos, perdeu mais de 11 mil habitantes, uma média de mil pessoas por ano. Sem contar que vem se tornando uma cidade de aposentados. Hoje são cerca de quatro mil aposentados, aproximadamente 30% da nossa comunidade é composta por aposentados. Não é que isso seja ruim, pelo contrário! São estes aposentados que ainda estão ajudando a manter a nossa economia local todos os meses. Porém, o que é preocupante é que os nossos jovens que seriam os futuros aposentados estão indo embora e certamente estarão se aposentando em outras cidades. Por outro lado infelizmente nos próximos 10 anos muitos destes atuais aposentados estarão mortos. Ou seja: um dia essa fonte de renda também tende a diminuir e muito.
Preocupante III
Sem contar também que a população da zona rural vem diminuindo a cada ano drasticamente com a vinda de muitas famílias para a cidade. Geralmente após virem para a zona urbana os pais (casal) destas famílias ficam em nossa cidade, enquanto os filhos vão embora. O que acontece é que no interior estão ficando somente as grandes propriedades, sem contar que muitos destes proprietários nem são de Guaraniaçu, na maioria são fazendeiros de outras cidades, que somente possuem o terreno em nossa cidade.
Por outro lado, em toda a história de Guaraniaçu, nunca um prefeito se quer procurou trazer indústrias, sejam elas as menores que fossem para termos outras fontes de renda e principalmente manter a nossa população. Realmente a nossa maior fonte de renda continua sendo a agricultura (grãos, gado, aves e suínos) e os aposentados. Porém, a cada ano que passa essa fonte vem se esgotando e infelizmente ninguém, daqueles ditos “representantes do povo”, faz nada para que Guaraniaçu venha a ter outra fonte de renda.
Vamos acordar!
Já passou da hora da população de Guaraniaçu acordar! Começar a enxergar lá na frente. Até porque do jeito que as coisas estão indo, teremos infelizmente num futuro não muito distante uma pequena população em nosso município, estou falando em algo em torno de oito a dez mil habitantes. Alguém duvida?
Paulo Pandini

Paulo Pandini é representante do Jornal Correio em Guaraniaçu, Diamante do Sul, Ibema e Campo Bonito.

Últimos Posts Rapidinhas
 
Início | Quem Somos | Comercial | Redação | Direção | Sugestões | Trabalhe Conosco | Publicaçôes | Fale Conosco | Política de Privacidade
Jornal Correio do Povo :: Rua Cel. Guilherme de Paula, 880 Fone: (42) 3635-2944 CEP 85.301-220 - Laranjeiras do Sul - PR