de 2014
Manchetes
Observatório
Coluna Victor Ribas 19 de março
19/03/2014
MUNDO MODERNO
O computador, especificamente o “MSN” pode criar forças negativas; no dia a dia
muitas pessoas se comunicam ao mesmo tempo numa viagem sem objetivo e sem destino, puxando maus fluidos e negatividade. Antigamente os filhos iam com os pais à igreja e faziam a refeição juntos nos finais de semana, tinha até pescaria. O filho tinha admiração pelos pais, havia certa cumplicidade. Assim como disse um trecho da música do padre Zezinho, no fim da tarde, as famílias sentavam lá no alpendre para conversar, trocavam idéias de como foi o dia e planejavam o futuro. Que saudade daqueles bons e velhos tempos quando a minha mãe apanhava uma galinha gorda para preparar o jantar onde todos nós ajudávamos e os meus tios eram convidados e ficávamos até tarde da noite contando causos em volta do fogão. Agora tudo se compra congelado e vai direto para um freezer ultramoderno e ninguém convida mais ninguém.
CHANTAGEM BARATA
Muitos pais pensam que podem educar comprando os seus filhos com coisas materiais e acabam estragando a base emocional da criança e do adolescente. Falta ensinar bons costumes, fé, relacionamentos saudáveis, dar exemplos que sejam bons para a alma e não se preocupar muito com o bem-estar físico e nas coisas medíocres. O pior é que muitos adultos vem se comportando como crianças e adolescentes, muitas vezes até disputando um horário no aparelho com os filhos para bater um papo amoroso bem escondidinho com a (o) amante.
MAUS ENSINAMENTOS
Fatalmente os filhos estão seguindo a cultura do vazio. Ficam nervosos, irritados, não querem trabalhar, estudar, ficam totalmente viciados. Dão prioridade aos amiguinhos que conheceram naquele dia principalmente nas famosas comunidades chamadas “Orkut” e “Facebook”. Patricinhas e Mauricinhos preferem brigar com seus pais por causa de pessoas completamente desconhecidas que geralmente não fazem absolutamente nada o dia todo a não ser se comunicarem com mensagens fúteis e vazias, enquanto os pais trabalham duro em jornadas intermináveis para o conforto daquele que navega no mundo do menos.
PERDA DE IDENTIDADE
O ser humano perdeu o contato físico, as pessoas conversam, namoram e planejam os encontros tudo pela internet. Ninguém visita ninguém, cadê o jantar na casa da comadre? Cadê as rodas de chimarrão? Acabou o calor da amizade e do contato físico.
Antigamente se conquistavam as namoradas com românticas serenatas, flores e beijos, agora um telefonema ou uma mensagem eletrônica soluciona tudo. Precisamos voltar as nossas raízes, fazer alguma coisa para resgatar antigos costumes antes que a era fria da tecnologia tome conta de nós.
A MINHA CANETA ANOTOU
A extrema competência do médico Isac Yamazaki na hora de efetuar uma cirurgia.
A grande responsabilidade dos motoristas de ônibus que levam os acadêmicos todos os dias à Guarapuava e Cascavel. Deles depende a tranquilidade dos pais que ficam em casa esperando o retorno dos filhos.
Victor Rivas

Victor Rivas é músico e radialista em Laranjeiras do Sul.

Últimos Posts Observatório
 
Início | Quem Somos | Comercial | Redação | Direção | Sugestões | Trabalhe Conosco | Publicações | Fale Conosco | Política de Privacidade
Jornal Correio do Povo :: Rua Cel. Guilherme de Paula, 880 Fone: (42) 3635-2944 CEP 85.301-220 - Laranjeiras do Sul - PR