de 2014
Manchetes
Observatório
15/10/2014
REALIDADE
Muitas pessoas sempre pensam ou almejam que no ano vindouro as coisas irão melhorar e que vão arrumar um grande amor. A maioria morre sem ver essa ilusão e esses sonhos se concretizarem, mas, essa sensação de que algo bom irá acontecer de repente e a qualquer momento, é a chama que mantém viva as esperanças do homem de experimentar um momento melhor e prazeroso para combater as mazelas da vida.
POLÍTICA
Desde que me conheço por gente o ser humano continua brigando por causas políticas e não sei se as pessoas defendem os partidos ou os candidatos que representam aquela sigla. O problema é que todos os presidentes da república foram criticados de uma ou outra forma, à exemplo dos prefeitos municipais, se fez muitas coisas, porque gastou demais, se não fez nada, porque não fez, isso sem contar com o fator corrupção. O único que virou herói e nunca alguém o criticou, foi o Tancredo Neves.
A MORTE
Não devemos ter medo da morte, pois pior seria viver para sempre. Antecipar o pensamento sobre a morte não vale a pena, pois o morrer em si, não faz parte da vida. A morte será apenas um momento que, de repente, nos levará para outras dimensões ou para o nada. Assim como dormimos todas as noites e não percebemos o momento exato em que adormecemos e não acordar mais, assim será a morte. Portanto, o que vale na vida é procurar viver bem, desfrutar do que há de melhor, a família e os bons amigos.
ME DÁ VONTADE
Me dá vontade de ouvir os meus discos de vinil, mas já não tenho o aparelho. Me dá vontade de visitar a minha cidade natal e a minha casa onde morava, mas os meus pais já não estão mais lá. Me dá vontade de tocar meu violão, mas a inspiração já não chega como antigamente. Me dá vontade de rever antigos álbuns de fotografias, mas não me dá coragem. Me dá vontade de ligar a TV, mas os programas já não prestam mais, só mortes e violências. Me dá vontade de visitar os meus amigos, mas não me sobra mais tempo. Me dá vontade de ficar mais tempo com a minha família, mas a rotina do dia a dia não deixa. Me dá vontade de fazer tantas coisas que fazia antigamente, mas...
A MINHA CANETA ANOTOU
Agradeço ao Ademir Fagundes e à Joice Fabrício por permitirem ser colunista deste importante veículo de comunicação durante 10 anos. As constantes ofertas das farmácias Santa Terezinha em todos os medicamentos. O abraço para o Joanito Algeri e família. Os bons preços da Rede Lar de supermercados comandada pela dona Olinda, Silo e Rogério. O trabalho eficiente e responsável da Suelem Camilo e toda equipe de jornalismo do jornal Correio do Povo do Paraná e os preços imbatíveis da Comercial Virmond na área de materiais de construção.
Victor Rivas

Victor Rivas é músico e radialista em Laranjeiras do Sul.

Últimos Posts Observatório
 
Início | Quem Somos | Comercial | Redação | Direção | Sugestões | Trabalhe Conosco | Publicaçôes | Fale Conosco | Política de Privacidade
Jornal Correio do Povo :: Rua Cel. Guilherme de Paula, 880 Fone: (42) 3635-2944 CEP 85.301-220 - Laranjeiras do Sul - PR