de 2014
Manchetes
Observatório
LIÇÃO DE VIDA
06/07/2011
A colombiana Ingrid Bitancourt ficou sequestrada durante anos em poder das FARC’S nas selvas da Colômbia. Numa entrevista ela falou sobre medos, sentimentos e saudade da família. Ingrid disse o que segue: o que me manteve firme no terrível cativeiro foi a esperança que aquilo iria acabar um dia; em momento algum questionei a existência divina, porém, num momento de crises existencial não entendi porque fui a escolhida para enfrentar um verdadeiro inferno naquele final de mundo. A cada momento sofria humilhações psicológicas, não podia fazer minhas necessidades básicas como ir ao banheiro ou tomar água, tudo tinha horário. Quando mais um dia chegava ao fim, para minha surpresa, o principal comandante me chamou e me entregou um livro, não entendi aquele gesto; no outro dia bem cedinho vi que se tratava de uma bíblia.
MENSAGENS PRECISAS
No começo não me interessei na leitura, estava muito deprimida, depois tive um lampejo instantâneo, é como se estivesse na lama e aquele livro fosse um diamante que brilhava, como não tinha nada a perder comecei a lê-lo, o momento adverso foi convidativo, li até o fim. Recolhida nas profundezas da minha alma compreendi que a visão de felicidade que eu tinha era mera utopia. Felicidade pra mim era sucesso financeiro, uma linda casa, um carro luxuoso, um bom salário e muitos amigos em minha volta, porém lendo aquele livro maravilhoso enxerguei o mundo de forma diferente, compreendi que a real felicidade era somente o repouso de espírito e a paz interior, era preciso acalmar o mar tempestuoso e agitado da minha vida.
TRAVESSIA NO DESERTO
A passagem do êxodo que mais me chamou atenção foi a travessia do deserto Sinai pelos hebreus guiados por Moisés rumo à terra prometida, entendi na hora que a selva era o meu deserto e a tribulação que devia superar, a terra prometida era o meu lar, minha família, meus filhos e a tranquilidade, naquele momento não pensei em bens materiais, só queria minha liberdade. Um mês depois, numa missão suicida, o Exército colombiano nos resgatou com dois helicópteros. Precisei enfrentar o inferno para conhecer Deus. A última mensagem dela foi: não adianta endurecer as leis para mudar uma nação se não mudar o coração das pessoas.
A MINHA CANETA ANOTOU
Muitas pessoas clamam pela volta da FENALAR, uma festa popular tão significativa com barracas que serviam comidas típicas onde as famílias se reuniam. O bom atendimento das atendentes da Loja Paranaense de L. do Sul. Parabenizo todos os atletas laranjeirenses que conquistaram o 2º lugar da classificação geral nos JARCAN’S. Com o bom trabalho ostensivo da Polícia Militar, os acidentes diminuíram consideravelmente em L. do Sul.
Victor Rivas

Victor Rivas é músico e radialista em Laranjeiras do Sul.

Últimos Posts Observatório
 
Início | Quem Somos | Comercial | Redação | Direção | Sugestões | Trabalhe Conosco | Publicações | Fale Conosco | Política de Privacidade
Jornal Correio do Povo :: Rua Cel. Guilherme de Paula, 880 Fone: (42) 3635-2944 CEP 85.301-220 - Laranjeiras do Sul - PR