de 2015
Manchetes
A Vista do Meu Ponto
Robin Hood às avessas!
26/02/2015
Robin Hood é um herói mítico inglês, um fora-da-lei que roubava dos ricos para dar aos pobres. Robin, hábil no arco e flecha era ajudado por seus amigos “João Pequeno” e “Frei Tuck” e vivia na floresta de Sherwood nos tempos do Rei Ricardo Coração de Leão (século XIII) e ficou imortalizado como o Príncipe dos Ladrões rendendo várias versões cinematográficas de sua lenda (Wikipédia). Nunca saberemos se Robin Hood de fato existiu e qual das versões a respeito de sua verdadeira identidade é a correta, no entanto, o fato de tirar privilégios dos ricos para oportunizar a sobrevivência dos pobres torna sua lenda bem quista aos olhos da parcela da sociedade menos favorecida e, principalmente daquela mais esclarecida que se indigna perante as injustiças reinantes na sociedade em que vivemos.
Neste artigo a intenção é escrever sobre um cidadão que é exatamente o oposto desse mítico herói, pois, bem nascido, na condição de um autêntico nascituro da Casa Grande jamais conheceu as adversidades que a vida impõe à classe trabalhadora. Beto Richa (PSDB) é esse anti-herói que ao contrário de Robin Hood, não se preocupa com a população mais pobre, uma vez que governa concedendo privilégios para os estratos superiores, pois, tira dos pobres para dar aos ricos. No ano passado, grande parte da população paranaense se sentiu indignada pela desfaçatez com que promoveu um jantar nababesco para comemorar a aprovação na Assembleia Legislativa de um projeto de lei que concedeu auxílio moradia de R$4400,00 aos Juízes e ao Ministério Público. O Governador tem o mais alto salário entre seus pares, sendo que este supera até o da Presidenta da República. Também foram majorados substancialmente os vencimentos da Vice-Governadora, e de todo o secretariado. Beto Richa também tem sido muito generoso com os funcionários comissionados que tiveram no seu mandato os vencimentos acrescidos em quase 300%. Isto sem falar que o Paraná tem mais funcionários comissionados que o Governo Federal, o que leva este escriba a pensar que é muito gafanhoto para pouca plantação!
Os Deputados Estaduais também aprovaram aumento dos seus vencimentos e na última semana, o Tribunal de Contas do Estado (TCE) num ato de total alheamento do momento crítico vivido pelas finanças do Estado do Paraná aprovou para si próprio o imoral auxílio-moradia de R$ 4377,74 já concedido aos Juízes que voltam à carga exigindo que seja retroativo a cinco anos. Note-se que no caso do auxílio-moradia trata-se de uma brecha encontrada na lei para aumentar os vencimentos uma vez que nenhum dos beneficiários precisa comprovar em que gastou o recurso. A situação é tão estarrecedora que um leitor estrangeiro ao saber dos privilégios concedidos a tais beneficiários certamente deve pensar que o Estado passa por um período de bonança. No entanto, Beto Richa ao contrário de Robin Hood tira dos pobres para dar aos ricos, pois, concede benesses para o alto escalão e aos amigos úteis sejam eles Juízes, Conselheiros do Tribunal de Contas, etc. e simultaneamente alegando a falência do Estado aumentou impostos, e, quer retirar direitos do baixo escalão do funcionalismo precarizando o serviço público, em especial, a Educação e condenando à morte as Universidades Públicas Estaduais, pois, quem precisa de serviços públicos gratuitos, são os pobres, e pobres podem sonhar, tão somente, pois, Beto Richa, ao contrário de Robin Hood é real! Infelizmente!
Osnélio Vailati

Osnélio Vailati é professor da rede pública do Estado do Paraná. Formado no PDE (2007/2008) e especialista em Metodologia do Ensino de Geografia.

Últimos Posts A Vista do Meu Ponto
 
Início | Quem Somos | Comercial | Redação | Direção | Sugestões | Trabalhe Conosco | Publicaçôes | Fale Conosco | Política de Privacidade
Jornal Correio do Povo :: Rua Cel. Guilherme de Paula, 880 Fone: (42) 3635-2944 CEP 85.301-220 - Laranjeiras do Sul - PR