de 2016
Manchetes
SUPERAÇÃO COM DEUS
12/11/2015
O mundo terrestre, na sua feição mais ampla, é uma instituição reguladora do progresso dos seus habitantes, sendo que cada um, de per si, tem necessidade de acionar os elementos interiores de si mesmo, a fim de libertar-se, o quanto antes, das aturdentes exigências dessa instituição.
É por essa condição que toda a natureza anterior ao homem, sempre dá mostras de superação, para servir de exemplo a quem esteja interessado na implementação do próprio desenvolvimento.
O rio que encontra o obstáculo no sue leito não se lamenta nem desespera, não blasfema nem se revolta. Simplesmente, contorna o obstáculo e prossegue o seu percurso para o grande mar.
Quem tem meta a alcançar com Deus, nãose entrega a impedimentos da estrada.
O tronco que foi podado pelo instrumento ferinte não se lamenta nem desespera, não blasfema nem se revolta. Espicha vergônteas novas e aguarda o tempo da folhagem crescida, da floração para o fruto que não tardará.
Quem tem projeto de vida, com Deus, não deixa que os sofrimentos o abatam ao longo da marcha.
A ostra que recebeu no seu íntimo a presença do grão de areia, irritante e perturbador, que lhe agrediu a estrutura delicada, não se lamenta nem desespera, não blasfema nem se revolta. Diante do inevitável invasor, abraça-o e se transforma para que, da sua violação, surja a pérola de incalculável valor.
Quem aprendeu a amar, com Deus, sabe que até a morte é uma bênção, quando significa o embelezamento e o engrandecimento da própria vida.
A pedra que se viu em pedaços, arrebentada pela ação violenta do explosivo, que lhe foi detonado nas entranhas, não se lamenta nem desespera, não blasfema nem se revolta. Perante o estrago irremediável, aprende a tornar-se calçamento de ásperos caminhos e muralhas protetoras.
Quem quer se tornar útil, com Deus, não perde nenhum ensejo de verificar a sua volta onde poderá servir, mesmo que esteja de estiolada pelos padecimentos do mundo.
Aprende, então, a renovar-te pelas vias planetárias, guardando a certeza de que, à frente de todos os dramas, das lutas e dificuldades, nada se resolverá por meio da lamentação ou do desespero, nem da blasfêmia ou da revolta. Porém, através da força espiritual encontrada em Deus, nas energias da vida que projeta sobre o mundo terreno, principalmente por meio dos Espíritos Felizes que disseminam inspiração superior e ventura nos corações é que se logrará a diplomação de “servidor de Deus”, condição que nos abre as portas do Reino dos Ceus.

Do Livro: EM NOME DE DEUS. José Lopes Neto (Espírito), psicografia de José Raul Teixeira. Fráter Livros Espíritoas. 1ª Ed. – Niteroi – Rio de Janeiro – RJ 2007. p.153


Últimos Posts
 
Início | Quem Somos | Comercial | Redação | Direção | Sugestões | Trabalhe Conosco | Publicaçôes | Fale Conosco | Política de Privacidade
Jornal Correio do Povo :: Rua Cel. Guilherme de Paula, 880 Fone: (42) 3635-2944 CEP 85.301-220 - Laranjeiras do Sul - PR