de 2014
Manchetes
20/07/2011 :: 09:55 - Policial Compartilhe:
Bando armado tenta queimar homens vivos
Vítimas foram amarradas em um barraco as margens da BR 158 e conseguiram se soltar poucos instantes antes das chamas chegarem até eles
Reportagem: : A- | A+
Um crime brutal não foi concretizado por poucos minutos em Laranjeiras do Sul na tarde de domingo (17). Um bando armado, amarrou dois homens em um barraco de lona nas margens na BR 158 e ateou fogo depois de ter os agredido. As vítimas conseguiram se soltar poucos instantes antes das chamas chegarem até eles. No entanto, a história começou alguns dias antes. Na tarde de segunda feira (18), um grupo de moradores foi até a 2ª Subdivisão Policial relatar as barbáries que acontecem onde moram.
Genir Sutil era dona do barraco que foi queimado. Segundo ela, todas as pessoas que moram nas redondezas vivem com medo, desde que passaram a ser ameaçadas por um grupo de pessoas, conhecidos como ‘família dos mancos’. “Nunca fizemos mal a eles. São quatro pessoas. Não aguentamos mais. A hora que eles passam estão com um facão na mão, ameaçando as pessoas”, revelou.
A moradora disse desconhecer os motivos de tanta violência. Ela contou que na quinta-feira passada, as mesmas pessoas invadiram uma das casas, e agrediram um homem de idade e um adolescente de 15 anos, com socos e golpes de facão. Ela acredita que a última ação do bando foi uma represália por ela e sua irmã terem socorrido as duas pessoas e encaminhadas ao hospital. “Eles simplesmente tem raiva de nós. Nós estamos com muito medo, pois nos ameaçaram de morte”, completou.
Clemacir Sutil, é outra moradora que se diz aterrorizada. Seu barraco, era localizado ao lado da irmã Genir e também foi consumido pelas chamas. Sem ter onde morar, ela disse que pretende construir um acampamento em frente a prefeitura, caso não consiga uma casa. “Ali é mais seguro. Se nós voltar para a BR eles vão nos matar”, contou.
Clemacir disse ainda que o cunhado que abrigou ela, seus filhos e a família da irmã também foi ameaçado pelo bando. “Foi uma covardia. Eles gostam de andar machucando as crianças e das pessoas que não sabem se defender. Matam, queimam, roubam e ficam soltos”, lamentou.

VÍTIMAS
Luiz Carlos Serjuck, que trabalha como catador de papelão, foi um dos amarrados dentro do barraco. Ainda em estado de choque, ele contou que teve as mãos e os pés presos. Dentro da casa queimada, ele foi amarrado em uma viga. “Ainda não sei bem como consegui me soltar. Nunca fiz nada para eles, mas estão sempre ameaçando. Tenho minha mulher e filhos. Não sei o que vou fazer”, contou.
A outra vítima foi Pedro Madischeski. Segundo ele, os agressores o abordaram por volta das 13h30. Armados com facas, o agrediram com socos e o colocaram dentro do barraco. “Quando eu sai, o Luiz ainda estava lá dentro. Não sabia se ele tinha conseguido se salvar. Agora eles estão prometendo nos matar”, relatou.

CASO SERÁ INVESTIGADO
De acordo com o delegado adjunto da 2ª SDP,  Helder Andrade Lauria, assim que a equipe de investigação teve acesso as informações, saiu a procura dos acusados que haviam sido nomeados pelas vítimas. Um deles chegou a ser preso, mas como o flagrante havia sido expirado, foi ouvido e liberado.
Helder destacou que a polícia está tomando os procedimentos cabíveis ao fato. Ele apenas lamentou que os moradores tardaram em procurar a ajuda da polícia. “Vamos instaurar um inquérito. Sabemos quem são os autores e possivelmente no final das investigação iremos pedir as prisões preventivas”, ressaltou.


Últimas Policial/Locais:

Acidente é registrado na Avenida Santos Dumont

Na manhã de hoje (28) aconteceu um acidente na Avenida Santos Dumont, em frente ao restaurante Happy Hour, em Laranjeiras do Sul. O condutor de uma Renault Duster bateu na traseira de um ...

Coment(1)
#Hits(0)
MAIS:


 
Início | Quem Somos | Comercial | Redação | Direção | Sugestões | Trabalhe Conosco | Publicaçôes | Fale Conosco | Política de Privacidade
Jornal Correio do Povo :: Rua Cel. Guilherme de Paula, 880 Fone: (42) 3635-2944 CEP 85.301-220 - Laranjeiras do Sul - PR