Editorial
Um viva às cooperativas

2019 não foi um ano fácil. Por onde se anda e com quem se fala o discurso é o mesmo: muito trabalho e pouco retorno financeiro. Mas não só neste sentido, também foi um ano de muitas tragédias, como a morte do jornalista Ricardo Boechat, incêndio do CT do Flamengo que matou 10 adolescentes. Mas certamente a maior de todas as tragédias é o rompimento da barragem de Brumadinho, em Minas Gerais, que matou mais de 250 pessoas.

No mundo da agricultura não foi diferente. Com os fatores climáticos não colaborando com os produtores.

Mesmo assim, se tem um setor dentro da agricultura que tem muito a comemorar é o cooperativismo, que deve confirmar um crescimento no seu faturamento, ultrapassando R$ 85 bilhões, com resultados positivos na ordem de R$ 3,5 bilhões e R$ 2,6 bilhões em impostos arrecadados. Esse é o resultado apenas do Paraná.

No estado, as cooperativas já são responsáveis pelo emprego direto de 107 mil pessoas e tem atualmente mais de 2 milhões de cooperados, número que cresce dia a dia.

Os belos resultados foram apresentados em um belo evento, na sede da Lar, em Medianeira. Evento, que por sinal, estava muito bem organizado por toda a equipe da Ocepar, Sescoop e a cooperativa sede, é claro.

Tão importante é o evento, que inclusive estiveram presentes o governador Ratinho Junior e a Ministra da Agricultura do Brasil Tereza Cristina, que foi ovacionada e muito aplaudida por todos.

Enfim, em meio a um ano de muitos eventos negativos e trágicos, é bom chegar a dezembro e trazer tao boas notícias aos nossos leitores, já que nossa região é movida a agropecuária e ainda temos por aqui uma das maiores cooperativas, que é a Coprossel. Que venha 2020 com mais números expressivos como este.

É amanhã a sexta-feira do desconto

Amanhã é o tão esperado dia da Black Friday no Brasil. A sexta-feira negra é marcada por muitas promoções e descontos que muitas vezes parecem ser imperdíveis.

Antes só feita nas lojas virtuais, os comerciantes virão na ação uma oportunidade de incrementar as vendas de final de ano.

Na região, não é muito comum vermos pessoas formando filas à espera das lojas abrirem para sair comprando desenfreadamente. Isso acontece com mais frequência nas grandes cidades.

Mas atenção. Nem todo super desconto é um super desconto. É preciso ficar atentos a preços muitos baixos e desconfiar, principalmente se for uma oferta online.

Na página 15 desta edição você encontra algumas dicas para fugir de golpes e não perder seu dinheiro.

A edição deste ano da Black Friday deve ganhar um impulso extra com a liberação de recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e da primeira parcela do 13º salário, que será exatamente no dia 29. Nesse cenário, o varejo estima faturamento superior a R$ 3 bilhões para o período, alta de 18% sobre o desempenho do ano passado, conforme a Associação Brasileira de Lojistas de Shoppings (Alshop).

Por isso, antes de sair comprando em sites desconhecidos, que tal dar uma passadinha em uma loja da sua cidade? Os valores podem ser iguais, mas com certeza poder provar e ter a garantia e segurança na hora da compra é algo que não tem preço.

O esporte no centro das atenções

Pela 27ª vez a região da Cantuquiriguaçu realiza os Jogos Abertos da Cantuquiriguaçu (Jarcan’s). Desta vez Quedas do Iguaçu vira o centro das atenções, pois é nesta cidade que acontecem os jogos. Neste ano, 14 municípios estão disputando 29 modalidades esportivas. E quatro delas são novas: apresentação artística, ciclismo, tênis de quadra e futebol sete feminino.

Com a inclusão do futebol 7 na modalidade feminina, podemos ver o quanto o esporte é cada vez um meio de inclusão social. Quando se fala em esportes, logo vem a mente alguns homens correndo atrás de uma bola. Seja ela na quadra ou no campo. A exemplo a seleção feminina de futebol, que até este ano nunca viu os jogos da Copa do Mundo Feminina serem transmitidos na TV aberta como acontece este ano.

É nesse viés que usamos este espaço para colocar o esporte como um dos fatores mais eficazes na inclusão. O esporte é capaz de eliminar diferenças sociais gritantes que dificilmente em outro meio seriam quebradas. O meio esportivo tem um enorme potencial para disseminar valores e normas de condutas sadias.

Em que outra atividade que reúna mais de 2 mil pessoas durante quase uma semana, salvo raras exceções, não ocorra algum tipo de desavença? Toda e qualquer modalidade esportiva exige ordem, paciência, disciplina e muita perseverança. Por isso a importância da prática de atividades esportivas, que além de fazer bem à saúde é um dos grandes responsáveis para desenvolver a ética no indivíduo.

E vale destacar ainda que o esporte regional vem ganhando muitos incentivos e investimentos nos últimos dois anos. A exemplo dos times da região que disputam ou disputaram a Série Bronze. Vejam só, termos dois times na Prata em 2020: Operário Laranjeiras e Pinhão. Que orgulho para nossa terra.

Encerramos esse espaço convidando a população da Cantu para prestigiar a 27ª edição dos Jarcans em Quedas do Iguaçu que inicia hoje e segue até domingo. Boa sorte a todos os atletas.

À espera do Natal

A semana mal começou e já sabemos que será agitada no mundo do esporte e da cultura. É que nesta semana acontecem os Jogos Abertos da Cantuquiriguaçu (Jarcans) sediados em Quedas do Iguaçu, bem como o Laranja da Canção, em Laranjeiras do Sul, um dos maiores festivais de músicas da região.

Além disso, com a aproximação de final de ano, os eventos passam a ser mais frequentes em toda a região.

Laranjeiras, por exemplo, na semana seguinte ao Laranja da Canção terá o desfile cívico em comemoração aos 73 anos, e na próxima terá a abertura do Natal Iluminado, com o atual campeão do The Voice Kids, Jeremias Reis. Já no próximo, o Correio volta a sediar a Gincor, sucesso no início dos anos 2000. O evento, por sinal, abre a programação do Viva Verão, que este ano acontece pela segunda vez.

E nos demais municípios da região não é diferente. Pois o clima de Natal já começa a tomar conta e o que será possível ver nas próximas semanas serão praças e espaços públicos muito enfeitados à espera do bom velhinho.

Por que tão cedo, pais?

Todo ano é a mesma coisa. Chega metade de novembro e é quase que raridade passar em frente a uma das escolas municipais de Laranjeiras do Sul e não ver uma fila de pais, tios, vizinhos e até mesmo desconhecidos se formando e só aumentando. O motivo? Conseguir uma vaga para uma criança. Neste ano, as matrículas acontecem de 18 a 29 e novembro.

Mas desde quarta-feira (13), cinco dias antes das matriculas iniciarem, os pais já formaram filas em frente as escolas. A mesma coisa aconteceu no ano passado, mas não com tanta antecedência. Mas será mesmo que é necessário formar filas tão antecipadamente?

A secretaria de Educação afirma que não, porque vagas têm para todas as crianças. O que acontece é que a maioria dos pais querem matricular as crianças nas escolas do centro, que são apenas três. E são justamente essas que aglomeram mais pessoas antecipadamente.

Desde o início de 2018, toda a rede municipal de ensino de Laranjeiras conta com o sistema Positivo. Sistema esse que é conhecido nacionalmente por sua qualidade. Todos os diretores, professores e demais envolvidos com a escola passaram por capacitações. A mesma capacitação.

Por isso, independente da criança estudar no centro ou no bairro, o assunto e material usado em sala de aula será o mesmo.

Por isso, questionamos: é realmente necessário passar dias e dias nas filas?

Elas vão dominar o mundo

Quem nunca ouviu a frase “Vamos dominar o mundo”. Quem era criança nos anos 90 e assistia o desenho ‘Pink e o cérebro’, certamente ouvia todo dia.

O desenho, resumidamente, trazia sempre a emblemática de dois ratos que em cada episódio elaboraram planos para dominar o mundo.

Mas saindo do desenho e entrando no mundo real, todo dia lutamos para conquistar o mundo. E se tem algo que tem dado muito certo é a participação das mulheres nas tomadas de decisões.

Em 2016, a cooperativa Coprossel, de Laranjeiras do Sul, iniciou um forte movimento. Naquele ano, aconteceu o primeiro Encontro das Mulheres Cooperativistas, que reuniu 180 mulheres.

Ano após ano os encontros foram se consolidando e o público acreditando cada vez mais na causa. Neste ano, foram mais de 500 mulheres de várias cidades da região que participaram.

Agora vemos a Sicredi Grandes Lagos também iniciando esse movimento. Ontem, foi realizada a primeira reunião com 165 participantes. Foi apenas o primeiro de muitos que virão.

São ramos de atuação diferentes, já que a Coprossel é agro e a Sicredi é de crédito, mas o objetivo é o mesmo: fortalecer a participação feminina nas decisões não só das cooperativas, mas também na vida pessoal, na sua propriedade, na sua casa.

Afinal, elas já são 51,7% do total populacional. Já conquistaram muitas coisas ao longo dos séculos. Mas ainda conquistarão muito mais.

Escolas ficarão conectadas em 2020

Quase 25 mil escolas públicas do país poderão ter acesso à internet em 2020. Conforme o Ministério da Educação, isso representa 56% das escolas públicas conectadas.

Ao anunciar a medida, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, disse que provavelmente as escolas já tenham acesso à internet no primeiro semestre de 2020. A medida estima beneficiar 11,6 milhões de estudantes.

"O ensino hoje no mundo sem estar conectado à internet é um absurdo", disse Weintraub.

Conforme uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o Brasil fechou 2016 com 116 milhões de pessoas conectadas à internet, o que representa 64,7% da população com mais de 10 anos.

O celular é o principal aparelho para acessar a internet no Brasil. Em 2016, o eletrônico era usado por 94,6% dos internautas, à frente de computadores (63,7%), tablets (16,4%) e televisões (11,3%). Segundo o IBGE, 77,1% dos brasileiros possuíam algum celular.

Muitos alunos que atualmente não tem acesso à internet na escola, fazem uso deste por meio do celular. No entanto, é sabido que dentro das salas de aula, o celular é, em muitos casos, proibido.

E quem proíbe não está errado, pois existem muitos que usam da forma correta, para pesquisar e aprofundar os conhecimentos relacionados ao assunto que está sendo estudado. Mas também muitos querem apenas ficar navegando nas redes sociais.

Por isso, é um grande avanço as escolas estarem conectadas à internet. Isso certamente mudará a história da educação.

A música como agente transformador

A música tem um poder transformador na vida das pessoas. Diz um antigo ditado que “a música amansa as feras”, e tem um efeito poderoso sobre nós.

Uma pesquisa recente realizada pela Alluri demonstrou que a música ativa grandes áreas do nosso cérebro. Quando ouvimos uma música, as áreas auditiva, límbica e motora são ativadas, independentemente do estilo musical que ouvimos.

O Correio vem trazendo semanalmente história de cantores locais. A série ‘A música é minha vida’, conta a história de algumas pessoas e de como a música entrou na vida deles.

A personagem de hoje, relata que a música lhe acalma e a leva para um novo mundo. Aliado a isso, ela ainda compõe, por meio de poesias, conforme pode ser conferido na matéria da página 14 desta edição.

Além de dar a sensação de bem-estar, a música quando usada como terapia, é capaz de trazer benefícios para a saúde como melhorar o humor, a concentração e o raciocínio lógico. A musicoterapia é uma boa opção para crianças se desenvolverem melhor, tendo uma maior capacidade de aprendizagem mas também pode ser usada em empresas ou como opção de crescimento pessoal.

Dessa forma, nossa dica de hoje é: ouça música. Em qualquer hora do dia, em qualquer lugar. Existem centenas de estilos musicais e milhões de cantores espalhados mundo a fora. É só escolher o que mais lhe agrada e aproveitar.

O livro e seus inúmeros benefícios

Hoje, 29 de outubro, comemora-se o Dia Nacional do Livro. A data é uma homenagem a fundação da Biblioteca Nacional do Brasil, localizada no Rio de Janeiro, quando a Real Biblioteca Portuguesa foi transferida para a colônia, em 1810.

Não vemos por aí ninguém realmente comemorar esse dia. Assim como celebramos Dia das Mães, Dia dos Pais. É claro que não se comprara né. Afinal, eles são quem nos deram a vida.

Mas o livro é o que nos dá o conhecimento, desperta a curiosidade, ascende a criatividade. A leitura faz qualquer um viajar para lugares em que jamais outras pessoas irão.

Por isso mesmo, é importante que o hábito da leitura seja estimulado desde a infância. Normalmente pais que leem, passam essa paixão, esse hábito para os filhos. Dessa forma, tudo pode começar lendo uma historinha para os pequenos, mesmo antes deles aprenderem a ler. Existem muitos livros infantis com conteúdo lúdico.

A partir do momento que a criança começa a ler, é hora de presenteá-los com livros, gibis, revistas infantis. É por aí que começa o incentivo e a criação do hábito de se ler.

O Dia do Livro é hoje, mas sempre que tiver uma oportunidade, presenteie alguém com um livro. É um dos mais belos presentes a ser dado e recebido.

Por isso, encerramos este editorial com uma célebre frase de Carlos Drummond de Andrade: “A leitura é uma fonte inesgotável de prazer, mas por incrível que pareça, a quase totalidade, não sente esta sede”.

O CME de Laranjeiras brilha em cada evento

Hoje teremos em Laranjeiras do Sul, mais um evento promovido pelo Conselho da Mulher Empresária, o Desfile Primavera Verão 2019/2020. Certamente será mais uma promoção de sucesso.

O Conselho, atualmente capitaneado pela empresária Rúbia Gava, vem se destacando há anos,  realizando, inovando e criando eventos que têm feito a diferença em muitas áreas.

Isso demonstra  agilidade e dinamismo que fazem parte do cotidiano destas empreendedoras, que se sobressaem, não só na área empresarial, mas como promoters, donas de casa, mães e esposas.

Em algum lugar está escrito:

“Ser Mulher é ser alguém que carrega na sua essência a luz da vida, a esperança do amanhã, o calor do amor. Ser Mulher é ser mãe, é ser amiga, é ser companheira. Ser Mulher é ser guerreira!”,

O momento para as mulheres no empreendedorismo parece ser mais promissor do que nunca. As mulheres empreendedoras estão conquistando cada vez mais espaço e ganhando impulso – e isso é muito bom! Não só para as mulheres, mas para a sociedade como um todo.

Muitos estudos comprovam que as mulheres no empreendedorismo investem mais do que os homens em educação e saúde e que os países em que as mulheres têm maior participação econômica são mais desenvolvidos.

De acordo com uma pesquisa realizada pela consultoria americana Zenger Folkman, elas formam equipes melhores, são gestoras mais respeitadas e avaliam com clareza os recursos necessários para atingir uma meta. As habilidades de liderança do século 21, como cooperação, comunicação e compartilhamento, são geralmente associadas às mulheres. O papel da mulher no empreendedorismo se destaca também na liderança.

Essa é uma constatação clara que o processo de empoderamento das mulheres traz resultados positivos para as empresas e por isso não deveria ser visto apenas como uma ação social, mas também como uma oportunidade de desenvolvimento empresarial.

Portanto, assim como os demais eventos promovidos pelo Conselho da Mulher Empresária de Laranjeiras, certamente o Desfile Primavera Verão 2019/2020, que acontece hoje no ITC, será um sucesso, não tenham dúvidas disso!