Naiane Schultz
Dia das Crianças: um dia para a família!

Há décadas o dia 12 de outubro é considerado nacionalmente como o Dia das Crianças. A data compartilhada com a padroeira do Brasil visa homenagear as crianças e conscientizar, principalmente os pais, dos cuidados necessários para com os pequenos. Destacam-se aqui não apenas os cuidados físicos, mas também os emocionais, como amparo, atenção, envolvimento afetivo, contenção emocional, validação das emoções, entre outros.
E que dia melhor que o delas para demonstrar para as crianças o quão especiais elas são para a família? Que tal aproveitar que a data é um feriado no Brasil e passar o dia curtindo os pequenos e cuidando de suas emoções? Seguem algumas maneiras de aproveitar o Dia das Crianças para isso:
⦁Culinária: 
- Café da manhã: para mostrar para os pequenos o quão queridos são pela família, pode-se começar o dia com um café na cama. Prepare aquilo que você sabe que seu filho(a) (afilhado(a), sobrinho(a), neto(a)...) gosta de saborear pela manhã e o acorde com essa surpresa! As crianças certamente se sentirão especiais e lisonjeadas com esse gesto de carinho e agrado por parte dos adultos.
- Almoço ou Jantar: permita que as crianças escolham o cardápio e ajudem a preparar as comidas, é uma excelente forma de trabalhar a divisão de tarefas e proporcionar mais autonomia para os filhos, além de ser um momento propício para discutir os limites, uma vez que várias atividades envolvidas no preparo dos alimentos não são recomendadas para os mais pequeninos.

⦁Atividades:
- Brincadeiras: aposte em brincadeiras que desenvolvam a coordenação, concentração e expressão das emoções, como massinha de modelar, argila, pinturas diversas, mímicas e dança. Os acampamentos, mesmo que realizados no quintal ou na sala de casa, favorecem o trabalho em grupo, a imaginação e o faz-de-conta, entre na brincadeira da criança e a deixe conduzir as estórias.  Outras opções sempre muito bem recebidas pelas crianças são as brincadeiras que os adultos brincavam quando eram pequenos, sempre que acompanhadas das histórias de quando os pais eram crianças tornam-se divertimento garantido para toda família, além de oportunidade de conexão e conhecimento entre pais e filhos. As brincadeiras na rua, como de pegar, esconder, corda, gato-mia, queimada, entre outras, são excelentes para desenvolver a coordenação motora ampla, empatia, solidariedade, resolução de problemas e frustração frente as derrotas.
- Passeios: peça que as crianças escolham um passeio para ser feito em família. Vale deixar que escolham sozinhos ou sugerir alguns disponíveis como: pesque-pague, esse passeio oferece a oportunidade de auxiliar as crianças a desenvolver a paciência, uma vez que a pescaria pode ser demorada e, a tolerar a frustração, já que nem sempre se consegue de fato pescar; piquenique, oferece a oportunidade de desenvolver o planejamento e pensamento estratégico a partir da preparação dos alimentos e utensílios que devem ser separados para levar; ida à pracinhas e parques, favorece o contato com outras crianças e famílias e possibilita brincadeiras que desenvolvem a coordenação motora; passeio de bicicleta, com as crianças decidindo o roteiro, o que as estimula a tomar decisões com planejamento, auxilia a desenvolver a autonomia e promove a empatia, uma vez que a família precisa coordenar sua velocidade para que consiga passear junto.

⦁Presentes: em nosso país já é quase uma tradição a oferta de um presente ou lembrança nesta data. Se for possível opte por confeccionar um brinquedo com a criança, pode ser slime, pipa, carrinhos de madeira, bonecas de pano, casinhas, carros ou foguetes com caixas de papelão ou ainda, jogos feitos com material de sucata. A confecção de brinquedos favorece a expressão da criatividade e a coordenação motora fina, o trabalho em equipe, além da discussão em torno da criação e cumprimento das regras no caso dos jogos. Se optar por comprar um brinquedo, dê preferência para jogos nos quais toda a família possa brincar junto ou que a criança possa brincar com amigos. 
Aproveite o dia das crianças para criar memórias alegres com os pequenos, vale registrar os momentos com fotos espontâneas, que podem inclusive ser tiradas pelas crianças, e posteriormente reveladas e expostas na casa. O dia pode ser encerrado com a visualização das fotos e com cada um compartilhando o que mais gostou e aproveitou. Não há regras para fazer desta uma data especial, apenas o aproveitamento do dia juntos, realizando atividades juntos e, assim, favorecendo e ampliando o vínculo afetivo familiar.