Fedentina Insuportável

Recentemente um blog desta cidade publicou a foto histórica da posse de Alcindo Natel de Camargo para o primeiro mandato

Recentemente um blog desta cidade publicou a foto histórica da posse de Alcindo Natel de Camargo para o primeiro mandato como prefeito de Laranjeiras do Sul que conforme livro de Atas que pesquisei ocorreu no dia 29 de novembro de 1947, portanto, o registro fotográfico tem nada menos que 72 anos.

Conforme Hércules Folador responsável pelo Blog MeiaHoraNoticias, a fotografia foi-lhe enviada por José Henrique de Mattos Filho, amigo deste colunista de longa data. Lá pelos anos setenta Zé Henrique instalou a Lanchonete Cisne Azul, na XV de Novembro e o local logo se tornou ponto de encontro da turma da época, haja vista que também fornecia refeições e muitos de nós tínhamos penduras de contas no bar do Cisne.

Entre os clientes habituais os professores Eleonor Álvaro Garbin e José Augusto Beck Lima. Zé Henrique e Eleonor se associaram e instalaram uma distribuidora de bebidas que durou alguns anos. Zé tinha como um de seus hábitos pregar peças nos amigos e Eleonor era uma de suas vítimas preferidas. Ele dava aulas noturnas em colégio de Virmond e era comum levar mais duas ou três professoras.

Numa dessas idas sentiram fedentina horrível no interior do Fusca, mas como haviam saído em cima da hora, não havia tempo para verificar. Apenas fizeram o trajeto de uns vinte quilômetros com os vidros abertos, que amenizou o fedor, mas comprometeu os penteados das jovens professoras. Em Virmond, elas arrumaram-se como foi possível e foram lecionar enquanto o professor Eleonor Garbin resolveu verificar o interior do carro. Sob o assento do carona encontrou um pacote plástico com dezenas de furinhos e no interior uma tripeira de galinha em estado de putrefação que foi jogada no capinzal sobre um barranco. Depois das aulas iniciaram a viagem de volta a Laranjeiras e como o fedor continuava, novamente viajaram com os vidros abertos.

Enquanto as professoras foram para casa, ansiosas por um banho para livrá-las da fedentina impregnada na pele e nas roupas, Eleonor procedeu nova verificação encontrando sob o assento do motorista outro pacote com igual conteúdo putrefato responsável pela fedentina. Zé Henrique havia preparado com antecedência os dois pacotes e enquanto o professor jantava no Cisne Azul foi até o carro e plantou as duas fedentinas debaixo dos assentos.

Estas brincadeiras, digamos, pesadas, terminavam em gostosas gargalhadas e jamais macularam a amizade entre Zé Henrique e suas vítimas. Chamávamos o Zé de guarda campo pelo fato de seu pai Sr. José Henrique de Mattos ser o responsável pelo pequeno campo de aviação que tínhamos nesta cidade e ser conhecido pela mesma alcunha.

– Diz o nono mandamento: Não desejar a mulher do próximo. Um malandro disse que o correto seria: Não cobiçar a mulher do PRÓXIMO, principalmente se o PRÓXIMO estiver próximo.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades  Facebook |  Twitter |  YouTube |  Instagram. Também temos nosso grupo de notícias no  Whatsapp, todo dia atualizado com novas matérias.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail