Poucas & Boas

Retorna O Vereador Valmir Silveira, de Cantagalo, foi condenado a 11 anos e 3 meses de reclusão, pagamento de multa

Retorna

O Vereador Valmir Silveira, de Cantagalo, foi condenado a 11 anos e 3 meses de reclusão, pagamento de multa (de 61,3 salários mínimos vigentes na época do crime) e perda da função pública. O vereador também teve decretada a prisão preventiva.  A decisão decorre de denúncia por peculato, devido ao recebimento irregular de diárias entre fevereiro de 2013 e fevereiro de 2015. Em razão disso, Ciro Abreu ocupou esta semana a vaga de Silveira.

Um nome novo

O clima político começa a esquentar em Rio Bonito do Iguaçu e o número de pretendentes ao cargo de chefe do executivo ganha mais um. Além do prefeito atual que é candidato natural ao cargo e do eterno candidato Rildo Safraider, quem lança o nome como possível pretendente ao pleito é o ex-secretário da atual administração Claudinei Oliboni. Político habilidoso e com nome conceituado, principalmente nos assentamentos, Oliboni já alinhava alianças e se projeta para 2020 pleitear a prefeitura de Rio Bonito.

Será?

Ainda sobre as eleições de 2020, em Laranjeiras do Sul a situação está no vamos ver. A oposição, por enquanto não tem nenhum nome de destaque e na situação as possibilidades são inúmeras. Boatos dão conta de que o prefeito Berto Silva assume uma secretaria no governo Ratinho Júnior e não se candidate à reeleição. Caso isso ocorra, quatro nomes poderão pleitear o cargo. Entre eles, o da primeira dama Elisa Gemeli Silva é o mais cotado, mas ainda tem o vice Scarpari e os secretários Deoclécio Denez e Celso Azevedo. No entanto, são especulações em rodas de conversas entre estudiosos da política local. Tem muita água pra rolar.

E agora?

E a consulta prévia realizada na UFFS acabou em segundo turno. Três candidatos disputaram, no primeiro turno,  a vaga de diretor do Campus laranjeirense. Martinho Machado, Fábio Zaneratti e Katia Seganfredo. Os dois primeiros passaram para o segundo turno que será realizado no dia 29 de maio. De acordo  com acadêmicos, os dois aprovados para a próxima etapa do processo falam basicamente a mesma linguagem, quando o assunto é ideologia, se apresentam como centro-esquerda. No entanto, a escolha do reitor da UFFS, será decidida pelo governo federal, cuja identidade política, conhecida por todos, é de extrema direita. E agora José? Será que poderá haver alguma retaliação em relação ao Campus de Laranjeiras?

Intolerância no plural

Ainda falando de Universidades, o governo anunciou  bloqueio de 30% na verba para todas as universidades e institutos federais. Como diz o ditado: nada está tão ruim que não possa piorar. Ao comentar sobre as críticas em relação à medida, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, alfinetou no twitter: Para quem conhece Universidades Federais, perguntar sobre tolerância ou pluralidade aos reitores (ditos) de esquerda, faz tanto sentido quanto pedir sugestões sobre doces a diabéticos.