Poucas & Boas

Minguado Para os supersticiosos de plantão vai uma constatação. O dia da eleição, 7 de outubro, será de lua minguante.

Minguado

Para os supersticiosos de plantão vai uma constatação. O dia da eleição, 7 de outubro, será de lua minguante. Dizem que pode ser um sinal. Mas o pior não é isso. O problema que no dia da posse, a mesma fase da lua estará imperando. Então se isso funciona mesmo, nem tudo está tão ruim que não possa piorar. Vamos se agarrar no terço.

De mangas arregaçadas

O vice-prefeito Valdemir Scarpari se licenciou para se debruçar na campanha do Ratinho Junior. Scarpari não tem descansado um minuto em busca de voto para o candidato. E pelas pesquisas feitas na região, parece que a iniciativa está dando resultado. Tem gente apostando que o deputado deve garantir cadeira no Palácio Iguaçu, já no primeiro turno.

Boi com asas

Tem gente apostando que não vai dar segundo turno na majoritária nacional. Dizem que o Capitão leva no primeiro. Mas como disse um amigo meu: em política acontece de tudo, até boi voa. Mas, voando ou não, a boiada está inquieta, pois na verdade tudo é uma incógnita que só a apuração vai revelar. O certo é que o país está dividido e o que impressiona é que os dois candidatos com maior rejeição são os ungidos do eleitor. É incoerente, mas é real. Por isso que na política o boi voa!

Frustração

Muitos paranaenses estão frustrados com o desempenho do senador Álvaro Dias. Creio que todos esperavam um pouco mais. No entanto o que dependia dele ele fez nestes mais de 40 anos de carreira política. Nunca se envolveu em escândalo de corrupção, é ficha limpa e tem um histórico invejável se levarmos em consideração a vida pregressa da maioria dos políticos brasileiros. Mas percebe-se que o eleitor não leva isso em consideração, se observarmos que quem lidera a preferência está preso e nem é candidato.

Eva ou Magrão?

E as articulações para a eleição da nova mesa diretora da Câmara de Laranjeiras deu uma arrefecida, em razão da campanha para as eleições majoritárias de outubro. No entanto ‘especialistas’ na política local garantem que é só terminar o processo eleitoral, que a coisa vai começar a ferver. Há tempos não se via uma disputa tão acirrada pela cadeira do centro da mesa diretora. Vamos aguar pra ver quem leva.  Eva ou Magrão?