SALVO PELO HÁBITO DA LEITURA

Quem chega a Clevelândia pela Avenida Nossa Senhora da Luz, cidade que fica na divisa com Santa Catarina logo depara

Quem chega a Clevelândia pela Avenida Nossa Senhora da Luz, cidade que fica na divisa com Santa Catarina logo depara com o Hotel Amigão, cujo proprietário Valdemar mantém certa amizade com este colunista. Há alguns anos dei-lhe um exemplar do livro NERJE lançado em 1999 que conta a história de Laranjeiras do Sul. Como a Joana tem irmã, sobrinhos(as) e afilhados(as) que residem em Clevelândia, costumamos visitá-los com frequência e para reforçar os almoços costumo ir até o Hotel Amigão comprar frangos recheados e assados pela equipe do Valdemar. Numa tarde de sábado cheguei ao hotel mencionado quando o proprietário conversava com um homem de aspecto distinto em frente ao estabelecimento. Tão logo me viu, Valdemar sorriu com simpatia, teceu exagerados elogios a este colunista ao ponto de deixar-me constrangido e anunciou: Que bom te ver João, este é o Dr. Ubiratã, advogado do Rio Grande do Sul que tem clientes aqui na região, sempre se hospeda no hotel e não sei tirar a sua dúvida, mas espero que você me socorra: De onde se originou o nome Clevelândia?. Pensei com meus botões: salvo pelo hábito da leitura. Havia lido vários feitos do general norte americano Stephen Grover Cleveland (1837/1908) e então expliquei ao doutor que quando no exercício da presidência dos Estados Unidos ele fora nomeado como árbitro internacional para resolver a questão de fronteira (Questão de Palmas, na história) entre o Brasil e a Argentina, indefinida desde o tempo do Império. Pretendia a Argentina que a fronteira corresse pelos rios Chapecó e Chopim, sustentando o Brasil que a linha de limites deveria fazer-se pelos rios Peperi-Guaçu e Santo Antônio. O laudo do presidente Cleveland, tornado público a 5 de fevereiro de 1895, deu total ganho de causa ao Brasil e foi seguido pelo tratado firmado no Rio de Janeiro a 6 de outubro de 1898 pelos governos dos dois países, confirmando o uti possedetis (termo jurídico internacional que reconhece a legitimidade da terra a quem exerce poder político e militar sobre a área). Assim, os Campos de Palmas de Baixo, depois Bela Vista ou Vila Bela, em homenagem ao general Grover Cleveland viraram oficialmente Clevelândia. Ante o olhar de satisfação de Valdemar, acompanhei o advogado gaúcho ao bar do estabelecimento onde o proprietário fez questão de nos servir generosas doses de uísque da melhor qualidade. A propósito, o município foi fundado no dia 28 de junho de 1892 e completa no mês que vem 126 anos.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail