Dinheiro…dinheiro…dinheiro

A vida econômica humana organizada entre os homens baseia-se no comércio. Os homens vendem e compram produtos que produzem. Os

A vida econômica humana organizada entre os homens baseia-se no comércio. Os homens vendem e compram produtos que produzem. Os homens em sua inteligência inventaram dinheiro que facilitou o comércio.
É impressionante como grandes somas do dinheiro estão circulando e que surpreendentes negócios são feitos. O negócio mais famoso feito na história do mundo foi a venda do Filho de Deus aos chefes dos judeus, Jesus Cristo, por preço de um escravo, por trinta moedas de prata. Os Evangelhos descrevem este fato assim:
“Então um dos doze, chamado Judas Iscariotes, foi encontrar-se com os sumos sacerdotes e lhes disse: “Que me dareis, se eu vos entregar Jesus?” Eles lhe pagaram trinta moedas de prata. E, desde aquela hora, procurava uma boa ocasião para entregá-lo (Mt.26.14-16).

Será que Judas Iscariotes fez um bom negócio?

Na Última Ceia, o próprio Jesus Cristo, deu a resposta.
“O Filho do homem vai, como a respeito dele está escrito; mas infeliz daquele pelo qual o Filho do homem é traído! Para ele seria melhor nunca ter nascido” (Mt.26.24).
Judas Iscariotes fez um péssimo negócio, pois o resultado dele foi merecer o inferno.
A história de Judas Iscariotes, movida pela ganância do dinheiro, repete-se em menor ou maior grau em toda história do mundo, em todos os lugares e quase em todas as vidas dos homens. Por dinheiro os homens se matam, roubam, suicidam, mentem, prostituem etc.
Em outro momento da sua vida Jesus Cristo fez uma advertência sobre o perigo de apegar-se ao dinheiro.
Então Jesus disse a seus discípulos: “Na verdade vos digo: é difícil para um rico entrar
no Reino dos Céus! E digo mais: é mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha do
que um rico entrar no Reino de Deus”. (Mt.19.23-24)
O dinheiro pode mandar a pessoa para o inferno, mas também pode garantir que alcance o Céu.
Depende como o dinheiro é usado. Por isso uma vez disse Jesus aquele que fez uma pergunta:
“Mestre que devo fazer de bom para possuir a vida eterna?” “Se queres ser perfeito, vai, vende o que possuis, dá o dinheiro aos pobres e terás um tesouro no céu; depois vem e segue-me” (Mt.19,21).
Por isso na nossa Igreja tem muitas organizações de caridade, que fazem coletas para ajudar os pobres. Assim muitas pessoas, podemos dizer, estão “comprando” um lugar no Céu.
Aproveitam bem o seu dinheiro, ajudam os pobres.