NÃO DÊ LUGAR AO ADVERSÁRIO

A família é uma preciosidade e como tal precisa ser protegida e valorizada. Os casais que entendem isso fazem com

A família é uma preciosidade e como tal precisa ser protegida e valorizada. Os casais que entendem isso fazem com que seus relacionamentos familiares, especialmente o relacionamento conjugal, seja uma fortaleza na qual protegem seus lares de ataques do adversário.

Mas que adversário? Alguém pode perguntar. O diabo, o sistema mundano que atenta contra a família ou nossas tendências pecaminosas que trazem consequências negativas para toda a família. Tudo isso confronta a harmonia no relacionamento familiar.

Vivemos em tempos em que a família é abertamente atacada e desvalorizada, e a consequência disso é uma sociedade cada vez mais violenta e doente. Pergunte para professores, ou pessoas que trabalham na área da segurança pública, ou quem sabe para aqueles que lidam com pessoas com transtornos emocionais, há sempre um ponto em comum entre aqueles que têm problemas de comportamento: um relacionamento familiar problemático.

Quando uma família é desestruturada ou destruída toda a sociedade é afetada. Existem famílias que não são separadas pelos ataques do adversário, mas vivem um verdadeiro tormento causando traumas emocionais profundos. No início mencionei que a família é uma preciosidade e se você não concorda é porque viveu um relacionamento familiar tortuoso e sofreu os nefastos resultados de um lar onde o adversário teve oportunidade para agir.

Portanto, é responsabilidade do casal fazer com que sua família seja protegida, que o casamento seja uma fortaleza e o casal trabalhe junto, para evitar qualquer brecha para ataques do adversário.

A palavra de Deus em Efésios 4.27 nos orienta: “Não deis lugar ao diabo”. Esta palavra é direcionada para a igreja, mas se aplica perfeitamente ao relacionamento conjugal e familiar. Em outro texto a Bíblia diz: “Sede sóbrios, vigiai, porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar” (1 Pedro 5.8).

Agora de posse destes dois textos bíblicos imagine comigo uma fortaleza com portões, muros altos e torres onde ficam os sentinelas. E do lado de fora o adversário (O diabo, o sistema mundano que atenta contra a família ou nossas tendências pecaminosas) bramando, ou seja, rugindo ferozmente, como uma leão, buscando uma oportunidade para atacar. E é por isso que Deus nos orienta a ser sóbrio, vigiar e não dar lugar ao diabo.

Mas na prática o que seria este dar lugar ao diabo? É toda atitude que deixa o casamento ou o relacionamento familiar vulnerável a desestruturação ou destruição. Não precisa muita coisa para o diabo tornar um lar em um ambiente desagradável.

Uma história fictícia diz que um homem tinha um grande desejo de possuir uma mansão para sua família onde poderia fazer festas e as crianças ter piscina e espaço para brincar entre tantos outros confortos. Então um dia o diabo apareceu para ele e propôs um acordo:   – Vou te ajudar a conseguir uma grande mansão – disse o diabo.

– Mas o que você quer em troca? perguntou o homem.

– Apenas uma coisa bem simples. Quero ter um prego na parede da sala principal e ninguém poderá tirá-lo, o prego será meu – disse sorridentemente o diabo.

– Trato feito! afinal o que é um preguinho comparado a mansão – disse o homem levando a mão para cumprimentar o diabo e selar o acordo.

Meses depois a mansão estava pronta e o prego estava lá. A família fez uma grande festa, muitos convidados, mas no meio da festa, sentiu-se um fedor insuportável, era o diabo trazendo um saco contendo uma carniça e o levou e colocou pendurado no prego. O homem esbravejou e disse:

– Mas o que é isso?  Você está tornando o ambiente ruim, insuportável, todos estão indo embora.

– Foi nosso acordo, eu só queria um lugar, esse prego na sua mansão é meu e faço o que quiser.

O adversário precisa de pouco espaço para atormentar o lar, portanto, não dê lugar ao diabo. No próximo artigo mencionaremos alguns exemplos de quando o casal dá lugar ao diabo.

Que Deus o abençoe!

Pastor José Simplício

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail