Chega de blá, blá, blá

Estamos na era digital e o que percebo é uma enormidade de pessoas mentalmente obesas, devido ao excesso de informações

Estamos na era digital e o que percebo é uma enormidade de pessoas mentalmente obesas, devido ao excesso de informações que se tem, mas porque se encontram nessa condição de obesidade? Porque não exercitam, não treinam suas mentes com essas informações, ou seja, não pensam… Pensar é um exercício, é um trabalho, como disse o pensador Henry Ford pensar é o trabalho mais difícil que existe, talvez por isso tão poucos se dediquem a ele. 

Para todo e qualquer evento existe uma multidão de informações, mas poucos se interessam em filtrar, em ver por outro ângulo, pesquisar fonte, exercitar a empatia, procurar ouvir um especialista, ou ter qualquer outra atitude que configure pensar a respeito. Apenas se enchem delas, se empanturram tornando – se, obesos sem consistência.

Isso tudo me faz lembrar uma estória que dizia mais ou menos assim: Você está no 4º andar de um prédio em chamas e então uma garotinha de aproximadamente 10 anos, diz para você ‘pula tio é a única maneira de você se salvar, pula vai, você não vai morrer’. Você pularia? Confiaria na garotinha? Mas se na mesma situação um bombeiro com mais de 10 anos de experiência te diz ‘olha amigo, eu já estive em muitas situações como esta, já salvei muitas pessoas, e posso lhe garantir que você vai sair daqui com vida, mas a única maneira disso acontecer é você pular agora, há uma equipe lá embaixo esperando para te acolher, mas você terá que pular. Você pularia ou não?

Parece-me evidentemente que nesse caso, ouve-se o especialista, acreditamos na experiência, confiamos no profissional, contudo no dia a dia há muitos se permitindo levar por qualquer opinião, por mais insensata que ela possa parecer, apenas absorve-se e o pior coopera na divulgação de informações, e noticias incoerentes, escassas de conteúdo fundamentado.

Vivemos num mundo de blá, blá, blá, onde o que importa é falar, não o que se pensa, mas o que se ouve e acha. E as mídias deram voz a esses intelectualmente obesos e inconsistentes, que acreditam que fazer piadas com situações alheias é sinal de inteligência e criatividade. Quanta ignorância, quanta tolice temos visto nas redes sociais, nas mídias e até mesmo na TV. É preciso filtrar! É necessário pensar… Treinar a mente.

O mundo precisa de uma metanóia – uma mudança de mentes, que gerará mudança de atitudes, de comportamentos e não se deve esperar que isso aconteça na grande massa, mas que se inicie em cada um de nós, que nos propusermos a pensar, antes de falar e antes de agir.

Acredito que já é notório que a o velho ditado a voz do povo é a voz de Deus, não procede de uma verdade, vivenciamos muitos erros em todas as áreas, erros cometidos pela voz da massa, a voz do povo. O próprio Jesus Cristo foi vítima dessa voz errônea.

Portanto, façamos segundo a Bíblia nos orienta em Romanos 12. 2. Não vivam como vivem as pessoas deste mundo, mas deixem que Deus os transforme por meio de uma completa mudança da mente de vocês. Assim vocês conhecerão a vontade de Deus, isto é, aquilo que é bom, perfeito e agradável a ele.

É preciso não só fazer a diferença, mas ser a diferença dentro dessa massa de obesos intelectuais de hoje.