Retrospectando

Final de ano chegou e é normal que se façam as retrospectivas do ano, e como estamos chegando ao final

Final de ano chegou e é normal que se façam as retrospectivas do ano, e como estamos chegando ao final de uma década, também é tentador fazer a retrospectiva desses últimos dez anos vividos.

Faz–se retrospectiva de tudo ou quase tudo, porém há uma retrospectiva que somente você pode fazer, é a retrospectiva da sua vida no último ano, ou na última década. Seguem alguns questionamentos, que te orientarão nesse retrospecto.

Comece pela família: quanto interferiu positivamente e quanto desmotivou? Quanto você se doou e quanto recebeu? Quanto foi fortalecido por ela e quanto foi detonado pelas críticas? Quanto foi seu suporte e quanto você esteve na condição de alicerce? Quanto ela cresceu em números e quanto ela perdeu? E os pontos de reflexão são: A sua família tem problemas, como todas as outras; sua família é sua base e quando não estiver sendo, lembre-se dos momentos em que foi; sua família teve perdas, mas ganhou boas lembranças e um amplo aprendizado de se compartilhar amor, companhia e solidariedade.

O segundo passo são os relacionamentos, não só os amorosos, quantos perduraram e quantos se perderam pelo caminho? Quantos se desgastaram e quantos se fortaleceram? Quantos acrescentaram algo e quantos decepcionaram? E os pontos de reflexão a serem observados e melhorados são: estar aberto a novos relacionamentos, estar super afim de se desfazer dos que sugam suas energias e investir naqueles que te permitem ser você e não te roubam de si mesmo.

Em terceiro será o crescimento pessoal, essa análise que começa no ‘eu’ como pessoa, como cidadão, como ser humano integrante de um mundo louco e cheio de problemas, onde você pode ser mais um, ou parte da solução: Quanto você como pessoa tem cooperado por um futuro melhor? Quanto você tem se doado para melhorar as condições de outras pessoas? Quanto você tem se organizado para viver uma vida não somente boa, mas produtiva? Quanto você tem se esforçado para ser ‘um exemplo’ a ser seguido? Quanto você tem investido para deixar um legado e não somente herança? E os pontos de reflexão a serem observados e melhorados são: Você pode ser melhor do que tem sido; você pode mudar; pode fazer mais; você quer e vai investir em ser, mais que somente um na multidão; você quer e pode ser parte da mudança que quer e que o mundo precisa.

Priorize na sua retrospectiva as pessoas, não perca muito tempo com os bens que são perecíveis, invista energia e foque em coisas que continuarão existindo, mesmo quando você não estiver mais aqui, como a lembrança, por exemplo. Boa retrospectiva e significativas mudanças que certamente fará do seu 2020, uma grande e valiosa experiência.