TOME A INICIATIVA DE VIVER, E VIVER BEM

É incrível como devemos estar atentos as grandes lições de vida que encontramos na leitura de um livro, ao assistir

É incrível como devemos estar atentos as grandes lições de vida que encontramos na leitura de um livro, ao assistir a um filme, devemos nos manter alertas aos detalhes. Muitas pessoas esperam grandes acontecimentos para serem felizes e perdem com isso a experiência de vivenciar as pequenas alegrias do dia a dia, assim como esperam de um guru ou de uma grande experiência o aprendizado, e perdem as lições diárias que a vida nos apresenta a todo tempo. #fica a dica: Vamos estar mais atentos aos detalhes.

Assistindo a um filme essa semana aprendi algo lindo. A cena era de uma pessoa que tem um grande encontro, o primeiro grande encontro de sua vida, ele segue com seu carro pela estrada e chove bastante, de repente o pneu estoura, o carro derrapa, e vai parar no acostamento, Depois de recuperar-se do susto, ele pensa: se sair para trocar o pneu vou me molhar todo e chegarei ao encontro com uma terrível aparência, se ficar aqui dentro do carro esperando, perderei o encontro, a minha grande chance; Pensa por um momento e então resolve sair, encarar o problema (trocar o pneu) apesar da chuva. Ao descer do carro e abrir o porta-malas, um carro vê a cena e para, o motorista desce com um enorme guarda-chuvas, e o protege da chuva enquanto com a outra mão o ajuda como pode a realizar a troca do pneu. Assim, ao enfrentar o problema, a ajuda vem, e ele conquista êxito.

Fiquei pensando que muitas vezes em nossa vida acontece exatamente assim, enquanto ficamos parados, pensando nas mais desastrosas consequências de um problema que já existe, perdemos a oportunidade de nos arriscar e correr o risco de dar certo.

É preciso dar o primeiro passo, ter iniciativa, agir apesar de suas forças, ou de forças contrárias. Está muito comum hoje ouvirmos o não já temos, é verdade, o ruim da situação já temos, enfrentar esse constrangimento de ter dado errado, já temos, então qual a dúvida em arriscar?

Aprendi muito cedo que temos que eliminar o se de nossa existência, arrepender-se daquilo que não fez é sem sombra de dúvida pior do que arrepender-se de ter tentado e 'dar com burros n'água' (como dizia minha vó ).

A reflexão que proponho é essa, não deixemos nos paralisar pelo medo, pela indecisão, arriscar-se faz parte da nossa essência, não fomos criados para sermos estáticos, desde do momento do parto é preciso agir, quando é chegado o tempo não tem como ficar mais, ou se direciona rumo ao canal que se apresenta, ou vai ser extraído de sua zona de conforto, não tem jeito, em nossa essência está consumado o principio e o fim de todas as coisas, temos que ter iniciativas.

Assim, a morte vai chegar, mas você tem a escolha de viver e viver bem todas as coisas até que ela venha, ou simplesmente esperar por ela, e perder o surpreendente espetáculo que é a vida, composta de atos dramáticos e alegres.