Maximizadores ou satisfeitos? Quem são vocês?

Caros leitores, todos nós temos expectativas quanto aos nossos relacionamentos, trabalho, renda bem estar, neste texto quero falar da importância

Caros leitores, todos nós temos expectativas quanto aos nossos relacionamentos, trabalho, renda bem estar, neste texto quero falar da importância de tratarmos esses desejos como eles são simplesmente expectativas e não reais necessidades. Por exemplo: É necessário que o meu trabalho seja totalmente gratificante e eu me sinta  totalmente feliz em realizá-lo. Ou ainda” eu esperava estar em outra fase da vida, diferente da que vivo hoje”.

Preste atenção neste exemplo e me diga o quanto você está preso nestas expectativas sobre o trabalho, sobre seu relacionamento e sobre sua vida.

Algumas pessoas são maximizadoras e esperam que as coisas sejam incríveis melhores do que realmente são em todas as oportunidades.

Outras são satisfeitas e esperam que as coisas possam ser boas, mais estão dispostas aceitar menos do que a perfeição.

Pesquisas com esses dois perfis de pessoas apontam para o fato que de os maximizadores tem dificuldades de tomar decisões e são menos satisfeitos com os resultados portanto experimentam mais arrependimentos e frustrações.

Expectativas são arbitrarias, sim ninguém nasce com expectativas sobre relacionamentos ou trabalho elas surgem a partir do aprendizado com seus pais, amigos, círculo social etc.

Será que não é hora de parar de tratarmos nossas expectativas como regras de vida? Se você diz: “a essa altura da vida eu deveria estar formado e com no mínimo uma pós-graduação” e se sente frustrado e derrotado porque isso ainda não aconteceu, eu te pergunto: Quando foi que arranjou essa ideia?

Já pensou em ser mais flexível e aceitar o que   você já conseguiu? O bom de falar sobre as expectativas é perceber que elas podem mudar a qualquer momento. Se ficarmos olhando as pessoas ricas, bonitas e famosas veremos que nem todas são tão felizes, e lidam também com problemas.

O segredo é deixar de pensar que n/ao importa o que você tenha sempre sua atenção estará em “o que” você acha que precisa.

Seja mais flexível com o que pode deixá-lo satisfeito. Isso contribuirá para libertá-lo de muita turbulência emocional.

Até a próxima semana.

@neziapsicologa

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades  Facebook |  Twitter |  YouTube |  Instagram. Também temos nosso grupo de notícias no  Whatsapp, todo dia atualizado com novas matérias.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail