Você é perfeccionista?

Caros leitores, não sei se cheguei a comentar aqui em algumas de nossas conversas, sobre minha trajetória profissional, então, trabalhando

Caros leitores, não sei se cheguei a comentar aqui em algumas de nossas conversas, sobre minha trajetória profissional, então, trabalhando no recrutamento de uma empresa, uma de minhas funções era a entrevista para o emprego e em muitas delas ouvi dos candidatos que dentre suas qualidades o perfeccionismo era destaque. Depois dos   anos de estudo sobre o tema, confirmei na teoria o que a pratica já sinalizava. O perfeccionismo existe e para alguns está longe de ser uma qualidade.

Primeiro vamos a uma definição cientifica sobre o tema: Perfeccionismo é um autoconceito   é considerado como uma das variáveis que pode influenciar os comportamentos saudáveis dos indivíduos ao nível das relações interpessoais, da definição dos seus padrões de realização pessoal e da vontade de corresponder às expectativas externas a si

Assim, esta variável pode ser um meio facilitador (ou não) para que o sucesso possa ser alcançado. Os estudo na Psicologia sobre o tema evoluíram ao longo do tempo e revelam que a partir do momento que indivíduo percebe os desafios, ele vai focar sua atenção e esforços para desempenhar a atividade e obter sucesso.

Agora vamos pensar neste mesmo sujeito cuja percepção frente aos desafios esta desajustada, ainda assim ele quer desempenhar o desafio proposto c sendo assim sua atenção e esforço estará mais associada às avaliações e percepções de ameaça, à falta de recursos, falta de “estratégias” em situações de estresse.do que no próprio desafio. Esta forma desajustada de perfeccionismo inclui também as dimensões:  preocupação com os erros, ruminação e culpa, necessidade de aprovação e pressão parental.

 De modo generalista posso afirmar que , o perfeccionismo tanto pode revelar por um lado, um esforço apropriado para alcançar o sucesso, como pode, por outro lado, traduzir o medo do fracasso pelo  evitamento  de  erros,  de  tarefas  e  de  desafios  e  insatisfação  com  o  seu  próprio desempenho,   perdendo  o  sujeito  a  capacidade  de  produzir  e  levando-o  à  procrastinação, Esse sujeito sempre manterá o foco de sua atenção no que esta  errado e  raramente  observará  o  que  está  certo,   essas  pessoas perfeccionistas  “vêem-se  como  sendo  julgadas  pelo  que  fazem  e  não pelo  que  são”.

 Os perfeccionistas estão em diversas áreas da nossa convivência são aquelas pessoas que se “esforçam compulsivamente e incessantemente para atingir metas impossíveis e que medem o seu valor em termos de produtividade e de realização”. Isso longe de ser um atributo é um fardo, que causa prejuízo nos relacionamentos, no local de trabalho   e para a saúde mental dessa pessoa.

Existem formas de tratamento para este   comportamento voltar à normalidade, uma delas é a psicoterapia, É importante incentivar a pessoa que está passando por esta dificuldade a procurar ajuda, uma vez que, precisam ser trabalhados questões relacionadas a crenças pessoais, a alinhamento de expectativas e construção de um novo comportamento frente aos desafios,

Compartilho aqui para finalizar nossa conversa algumas dicas que associadas ao tratamento podem contribuir no processo.

  • Seja menos crítico, pratique a aceitação, a autocompaixão.
  • Perceba em você e nos seus relacionamentos os prejuízos relacionados a cobranças e exigências
  • O feito é melhor que perfeito.
  • Lembre-se que a perfeição não existe, o momento perfeito não existe.
  • Estabeleça metas de acordo com sua realidade
  • Busque ajuda profissional para vencer a procrastinação.

Até a próxima.

@neziapsicologa  CRP: 08/31716.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades  Facebook |  Twitter |  YouTube |  Instagram. Também temos nosso grupo de notícias no  Whatsapp, todo dia atualizado com novas matérias.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail