O olho do furacão

Quando estamos cheios de problemas de todos os tipos, com poucas perspectivas de mudanças, o que fazer? Problemas de relacionamentos

Quando estamos cheios de problemas de todos os tipos, com poucas perspectivas de mudanças, o que fazer?

Problemas de relacionamentos com parentes, com cônjuges, amigos? Problemas financeiros?

Problemas de relacionamentos no trabalho? Ás vezes falta de trabalho…

Problemas consigo mesmo, dúvidas de suas decisões?

Problemas com o tempo…

Tempo, esse pequeno salvador e impostor ao mesmo tempo…

“Dar tempo ao tempo”. Como?

O tempo parece um furacão, varre tudo, leva e traz coisas consigo. Boas e ruins… Como lidar com isso?

Tic-tac… hora relógio contado… tum-tum… coração batendo e o tempo passando…

Cobranças sendo feitas e resolvidas.

Fim de ano chegando. Último trimestre de 2021 começando em duas semanas e planos começam a serem feitos.

Olhar as resoluções do ano e ver as que foram cumpridas e as que não foram. Por que não foram?

Falta de tempo? Hora relógio? Ou Fortalecimento da parte psicológica? Ou outras questões situacionais?

O que dizer para alguém que perdeu um afeto querido? O tempo cura…

O que dizer para um atleta? Melhore seu tempo…

O que dizer para uma mãe com filhos pequenos ou grandes? Logo o tempo passa…

Mas a questão é que o tempo passa e com ele, tudo passa… TUDO mesmo. Alegria, tristeza, felicidade, infelicidade… As reticências da vida passam! O que são as reticências? O que não é finalizado, relacionado a temporização das coisas. Há quem diga que no fim tudo dá certo e que se ainda não deu certo é porque não chegou ao fim. Significado, tempo para as coisas acontecerem.

As reticências incomodam, mas principalmente por dois motivos: ou pela impotência de lidar com a falta de controle das situações; ou pela resistência que elas têm de nos perturbar voltando com sentimentos do passado e se renovando em vários sentimentos que não conseguimos compreender.

Para superar o tempo precisamos de algumas ferramentas: entendimento, aceitação, assertividade, autocontrole e autoconhecimento. Entendimento para observar atentamente com a situação em volta, levando em conta as “mea” culpas (ato de pedir perdão; confissão da própria culpa). Aceitação de que algumas coisas não estão em nosso controle e que somos impotentes diante de muitas coisas neste mundo. Assertividade ao aceitar a aceitação sem descontar a frustração em si mesmo ou em outrem. Cuidando com o respeito e lealdade para com os envolvidos. Autocontrole para dizer a hora de começar ou para de agir adequada ou inadequadamente. Como você age? “Engole sapos ou solta farpas pelos lados?” Tudo em excesso é prejudicial, até remédio é. Autoconhecimento, saber até onde vai sua capacidade de lidar consigo mesmo e outros, decidindo sempre com consciência das consequências.

Parece impossível? O tempo é um furacão, repito, não é domável, não é concreto para segurá-lo nas mãos, não é limitável.

Por isso, basta usar ele mesmo, O tempo, para seu próprio favor e aos poucos lutar para superar as reticências da vida e os intervalos de caos que o tempo deixa.

Neste processo o furacão traz com seu vento a renovação e a reforma íntima de cada um.

“Maybe it’s time to let the old ways die” (Talvez seja hora de deixar os velhos hábitos morrer) Star is Born

Psiclínica- Taiane Franco- Av, Santos Dumont 1267 42998267433 46999215553

Para Dicas, Sugestões, Elogios> TaianeFrancoPsicóloga (Face) @taianefrancopsico(insta)