SEPARANDO O JOIO DO TRIGO

Essa é uma expressão religiosa, mas pode ser muito bem usada no cotidiano. Trata-se de separar. Mas separar o que?

Essa é uma expressão religiosa, mas pode ser muito bem usada no cotidiano. Trata-se de separar. Mas separar o que?

O que precisa ser mudado…

Sente-se desvalorizado pela família? Pelos amigos? Pelos colegas de trabalho? Pelo chefe?

Às vezes achamos que o problema está em nós, e pode até estar… mas muitas vezes está nos relacionamentos que carregamos. Por diversas razões: atenção, valorização, para agradar, solidão, e assim vai.

A atenção é perigoso, pois depende de outros.

A valorização pode ser frustrante, pois nossas expectativas são diferentes das dos outros.

Agradar é uma cilada, atrai, muitas energias que não são verdadeiras com sua vontade.

Mas a solidão, tira a capacidade de julgamento, e faz você se ligar a todos os tipos de situações complicadas. Aceitando energias tóxicas que te levam até o fundo.

Nessas horas entra a separação, o discernimento. Separar o Joio do Trigo.

O que eu quero receber das pessoas? E o que eu estou esperando delas?

Atenção, Valorização, agradar, ou suprir a solidão?

Cada um deles traz sua consequência. E o que você escolhe?

Quando há desconforto, sofrimento, tristeza, cobranças desmedidas, existe a necessidade de separação. E cabe a cada um olhar par dentro de si e escolher.

Não é fácil, eu sei! Mas sempre se pode ter ajuda.

Psiclínica- Taiane Franco- Av, Santos Dumont 1267 42998267433 46999215553

Para Dicas, Sugestões, Elogios> TaianeFrancoPsicóloga (Face) @taianefrancopsico(insta)

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail