Notícias Policiais

Armados, suspeitos rendem moradores durante assalto em Rio Bonito

Outra ocorrência semelhante foi registrada pela PM no município
Viatura policial (Foto: Divulgação)

A Polícia Militar (PM) de Rio Bonito do Iguaçu foi acionada durante o dia de ontem (10) para atender a uma situação de roubo.

A equipe foi até a comunidade Alta Floresta, no assentamento Ireno Alves, por solicitação da senhora S. M. H. S. de 32 anos, para atendimento de um roubo em seu sítio.

No local, em contato com a solicitante, ela disse que por volta das 13h50 chegou à sua residência uma moto de cor vermelha, não sabendo precisar que tipo de moto era e nem a numeração da placa, com duas pessoas do sexo masculino.

Estes, ao descerem da moto, permaneceram com os capacetes e de início perguntaram pelo marido de S., e após ela responder que não era casada, os dois indivíduos levantaram a blusa e cada um sacou da cintura uma arma de fogo anunciando assalto.

Ela não soube precisar para a PM que tipo de arma, apenas relatou que as armas eram grandes e brilhantes e que um dos homens estava trajando calça jeans e blusa de moletom azul e que o outro trajava calça jeans e blusa de moletom de cor vermelha.

Os dois adentraram a residência onde estava a sua ex-sogra, a senhora C. S. de 63 anos, duas crianças, uma com um ano de idade e outra com dois anos de idade, e ainda o Sr. L. H. S. de 23 anos, neto da senhora C. S., que no momento do ocorrido estava dormindo no interior da casa.

Após anunciarem o assalto, os suspeitos pediram por armas e adentraram a residência colocando todos abaixados num canto, dizendo para que eles não levantassem, e assim começaram a revirar todos os cômodos da casa.

Após não terem encontrado armamento, pediram por dinheiro, e assim levaram a quantia de R$ 800, dois celulares da marca Samsung, um J2 de cor prata e um J prime de cor branca, uma mochila preta e um vídeo game Xbox 360 de cor preta, e ainda quebraram uma TV de 50” ao tenta retirá-la da parede.

Os autores não agrediram nenhuma das vitimas e saíram em sentido ignorado. A PM efetuou patrulhamento nas proximidades com intuito de localizar os autores, mas sem êxito.

As vítimas foram orientadas quanto aos procedimentos junto à delegacia de Polícia Civil de Laranjeiras do Sul.

Informações da PM.