Cervejeiros laranjeirenses: Uma paixão que transcende sabores

Notícias Locais

  • Compartilhe Essa Notícia
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
Milena e Rodrigo unidos pela paixão na cerveja
Milena e Rodrigo unidos pela paixão na cerveja

Afinal qual é a paixão nacional? Futebol ou cerveja?

É difícil optar por um deles, pois é um casamento que dá tão certo que fica quase impossível escolher um ou outro.

Mas se você fizer esta pergunta para um grupo de cerca de 25 laranjeirenses, a resposta com certeza será a cerveja.

É que esse pessoal faz de parte de uma comunidade que vamos nominar aqui de “Os cervejeiros de Laranjeiras do Sul”. Pessoas de diversas profissões que tem como hobby a fabricação artesanal do precioso líquido.

E a dedicação e paixão desta gente pela cerveja é tão grande que nos contagiou e resolvemos fazer um série de reportagens destacando cada um deles e suas habilidades no fabrico dessa bebida amada em todo o país.


CERVEJA ARTESANAL


Cervejas artesanais são aquelas produzidas quase que de "forma caseira".

Ao ouvir falar em Cerveja Artesanal, pense em cervejas mais bem cuidadas, com produções mais restritas (mas não necessariamente pequenas), o que leva a produtos com resultados finais muito interessantes e diversificados.

As cervejas caseiras, aquelas feitas em casa com produções limitadas, normalmente de 20 a 40 litros por vez, também podem ser consideradas cervejas artesanais.


COMO TUDO COMEÇOU


Para começar a série “Os Cervejeiros Laranjeirenses”, escolhemos a engenheira de alimentos, formada na Universidade Fronteira Sul (UFFS), a Milena Araújo Rossoni, que produz a Mila’s Beer e desenvolveu uma receita que ela apresentou no seu Teste de Conclusão de Curso (TCC), de cerveja com pinhão, o símbolo do Paraná.

Mas a atividade de cervejeira, ela iniciou há aproximadamente dois anos, quando começou a estudar sobre o assunto e desenvolveu uma paixão pelo trabalho.

“O incentivo veio através do Rodrigo (namorado) que me instigou a conhecer os novos sabores da cerveja e degustando os produtos artesanais fui tomando gosto pelos sabores e aromas diferenciados. Como sou formada em engenharia de alimentos, acabei pesquisando o processo da fabricação artesanal da cerveja e me apaixonei por ela como um todo”, revela Milena.

De acordo com ela, por enquanto a atividade é um hobby, mas o casal já pensa em investir futuramente em uma produção em maior escala, mas sem perder o status de artesanal.

“O mercado cervejeiro artesanal hoje é bem promissor, além de ser um modismo atualmente produzir a própria cerveja, é uma busca infindável de descobrir novos sabores, adicionar ingredientes e criar a receita de excelência que agrade o maior número de paladares possível. A cada bombona produzida é um desafio; é uma alquimia mesmo, você poder criar diversos sabores com uma mesma formulação”, ressalta Milena.

Milena produz suas cervejas em um quarto de uma apartamento no bairro Panorama, cuidadosamente preparado para isso.

 

Confira a matéria completa na edição impressa do Correio do Povo! 

Galeria de Fotos

Foto 1
Foto 2
  • Compartilhe Essa Notícia
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter