Economia

Correios fará nova greve em agosto

Sindicatos não apenas do Paraná sinalizaram o indicativo pela paralisação
(Foto: Divulgação)

Os trabalhadores dos Correios do Paraná rejeitaram a proposta da direção da empresa de 1,58% de reajuste, que corresponde a 60% do INPC da data-base da categoria e aprovaram o indicativo de greve a partir do dia 7 de agosto.

Segundo os trabalhadores, o reajuste não cobre sequer as perdas da inflação do período que é de 2,64%. Além do Paraná, sindicatos de mais 25 Estados aprovaram a greve.

“As assembleias por todo país deixaram claro que os ataques da empresa só serviram para motivar os trabalhadores. Mesmo fazendo uso da Reforma Trabalhista e da ameaça de suspensão do ACT, os trabalhadores vão dar a resposta à altura, construindo a maior greve dos últimos tempos", afirmou Fisher Moreira, diretor de imprensa da Fentect, federação que agrega 31 sindicatos da categoria.

Os Correios realizam a entrega de 1,2 milhão de mercadorias por dia.

Via: Massa News.