Quedas do Iguaçu

Quedas lidera geração de empregos da Cantu em outubro. Veja números das cidades da região

764 novas vagas foram criadas na região inteira, sendo que o setor de serviços foi o que mais empregou

 

O Paraná confirmou a onda de crescimento e pelo sétimo mês consecutivo apresentou saldo positivo na geração de empregos. De acordo com levantamento divulgado nesta quinta-feira (21) pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), vinculado ao Ministério da Economia, o Estado abriu 7.406 postos de trabalho no mês passado. Foi o melhor número outubro desde 2013, marcando uma evolução de 7% em relação ao mesmo período de 2018 (6.937).

No acumulado do ano são 66.901 novas vagas. O Estado está entre os que mais geraram oportunidades de trabalho no País neste ano, junto com São Paulo (11.727), Minas Gerais (12.282) e Santa Catarina (11.579).

Já entre as regiões do país, a região Sul foi a que apresentou melhor resultado no mês passado, com a geração de 27.304 novas vagas. O Nordeste teve 21.776, o Sudeste 15.980, a região Norte registrou 4.315 e o Centro-Oeste, 1.477.

O Brasil também obteve resultado positivo pelo sétimo mês consecutivo na geração de empregos formais. O saldo registrado é de 70.852 novas vagas, resultado de 1.365.054 admissões e 1.294.202 desligamentos no período.

Cantuquiriguaçu

 

De acordo com esses mesmos dados disponibilizados pelo Caged, durante todo o ano a região Cantu teve um saldo de 764 empregos novos. Nesse número já estão considerados e descontados todos os trabalhadores que acabaram ficando desempregados.

Permanecendo na frente e em disparada está Quedas do Iguaçu, com 208 novas vagas de empregos, seguido por Guaraniaçu, com 112, e, logo atrás, Catanduvas, que registrou um número de 100 novas vagas.

Laranjeiras do Sul teve um total de 68 novas vagas. Ao mesmo tempo, é o líder dos municípios quando o assunto é contratações no setor de serviços, com a marca de 114 novos trabalhadores. A cidade foi responsável por tornar o número de contratações nesse setor elevado, quase atingindo o setor de indústria.

Quedas do Iguaçu, por sua vez, também deve ser responsabilizada pelo alto número no saldo do setor de indústria, já que do valor todo, a cidade sozinha realizou 182 novas contratações.

Com relação aos setores na região, a indústria foi o que mais contratou (327), seguido, como já citado, pelo setor de serviços (267). Após temos, em sequência decrescente, comércio (152), construção civil (83), administração pública (56), serviços industriais de utilidade pública (47), extrativa mineral (6). O único setor com saldo negativo foi a agropecuária, que teve -174 empregos.

Brasil

No país foram criados 70.852 postos formais de trabalho foram criados no último mês. Esse foi o melhor nível de abertura de postos de trabalho para outubro desde 2016, quando as admissões superaram as dispensas em 76.599. A criação de empregos totaliza 841.589 de janeiro a outubro, 6,45% a mais que no mesmo período do ano passado. A geração de empregos atingiu o maior nível para os dez primeiros meses do ano desde 2014, quando tinham sido abertas 912.287 vagas no acumulado de dez meses.