Política

Quedas: vice não compareceu para assumir prefeitura

Na terça-feira (6), a prefeita Marlene Revers foi cassada. Uma nova sessão foi marcada para segunda-feira (12), e, caso Anelso Ubialli não compareça, quem assumirá o cargo será o presidente da Câmara de Vereadores, Eleandro da Silva
(Foto: Reprodução)

Segue o imbróglio envolvendo a prefeitura de Quedas do Iguaçu! Depois da então prefeita Marlene Revers ter seu mandato cassado pelos vereadores, na terça-feira (6), por conta de supostas compras irregulares de bolos e salgadinhos, a sessão que daria posse ao novo chefe do Executivo Municipal, marcada para ontem (8), não aconteceu.

O vice-prefeito Anelso Ubialli, sucessor do posto, não compareceu. Com isso, uma nova sessão foi marcada para segunda-feira (12) e, caso Ubialli não compareça, o presidente da Câmara de Vereadores, Eleandro da Silva, assumirá o cargo. 

As defesas do vice e da prefeita cassada justificam que a sessão descumpriu o regimento interno da Câmara, e que, portanto, não tem validade. Num documento enviado ontem, a defesa disse que não foi comunicada a tempo da sessão que cassou o mandato de Marlene Revers. A Câmara contraria as declarações, dizendo que Marlene foi sim notificada dentro do prazo estabelecido e que irá acionar o Ministério Público Estadual por ela estar desobedecendo a decisão dos vereadores.