Política

Servidores ocupam a Assembleia e deputados ficam ilhados no plenário

(Foto: Franklin Freitas/ Bem Paraná)

Centenas de servidores ocuparam na tarde desta terça-feira (9) as galerias do plenário da Assembleia Legislativa, no Centro Cívico, em Curitiba. A categoria, em greve há 15 dias, realizou um ato com cerca de 10 mil pessoas, boa parte vinda do Interior do Estado em caravanas organizadas por sindicatos. Em protesto por reajuste nos salários congelados há 3 anos, os servidores passaram entoar gritos contra o secretário Renato Feder, da Educação.

A invasão ocorreu logo após discurso do deputado Ricardo Arruda (PSL), que defendeu a proposta do governo, de reposição de 5,09% parcelado até 2022.

O presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano (PSDB), suspendeu a sessão por alguns minutos, após servidores forçarem as portas do plenário, quando já era o deputado Tadeu Veneri (PT) quem discursava na tribuna. A sessão foi retomada quando os servidores se acomodaram nas galerias.

Todas os acessos ao plenário da Casa foram fechados, e os deputados e funcionários da Assembleia estão impedidos de sair.

Após provocar uma reação de servidores, o deputado Ricardo Arruda saiu antes da invasão. Os demais deputados permaneceram ilhados no plenário.

 

Fonte: Bem Paraná