Saúde

Sintomas da virose incluem febre, vômitos e diarreia

Existem variações de viroses, entenda todas e saiba como se prevenir
Segundo Patricia Massuqueto, é necessário se hidratar para ajudar para ajudar na prevenção de viroses (Foto: Reprodução)

Devido as mudanças constantes de clima, entre chuva e sol, os quadros de viroses tendem a aumentar nesta época do ano, principalmente no verão. Virose é um quadro clínico que resulta da infecção provocada por algum tipo de vírus.

Segundo a enfermeira da Vigilância Epidemiológica de Laranjeiras do Sul, Patricia Massuqueto, para colaborar com a prevenção e buscar melhorar os sintomas mais leves, o ideal é ter uma boa hidratação, ingerir bastante líquido, evitar refrigerantes e frituras e procurar atendimento médico para evitar complicações.

Ela diz que medidas de higiene simples, como lavar as mãos com água e sabão antes e após as refeições e usar álcool em gel sempre que possível podem ajudar na prevenção.                    

Sintomas

As viroses gastrointestinais são muitos comuns no verão e costumam atacar o sistema digestivo e tem como principal sintoma a diarreia, que pode durar de três a sete dias. Essas diarreias podem ser acompanhadas de: vômito, febre, dor abdominal, inchaço dos gânglios.

As viroses respiratórias normalmente são causadas pelos vírus da gripe (influenza) e também os vírus que causam resfriados comuns. Elas normalmente causam sintomas clássicos do sistema respiratório, como: febre baixa, congestão nasal, corrimento nasal claro como água, garganta irritada e com dor, espirros, dores no corpo, dor de cabeça, inchaço dos gânglios.

Doenças como a dengue, febre chikungunya, Zika vírus, malária e febre amarela também são viroses e costumam ter sintomas específicos que ajudam a diferenciá-las de outras doenças causadas por vírus, como: manchas na pele, caso da dengue e Zika vírus, dores fortes nas articulações, como na febre chikungunya e febre Mayaro, calafrios e ligeira rigidez na nuca, comuns na malária, pele amarelada (icterícia) e hemorragias, característicos da febre amarela.

Como evitar

O tratamento das viroses normalmente consiste em tratar e minimizar seus sintomas, já que existem poucos medicamentos para os vírus em si. O tratamento dos sintomas normalmente envolve remédios para redução da febre e melhora da dor, além de orientações gerais de saúde.

No entanto, cuidados em casa podem ajudar no prognóstico e ajudam os sintomas a se aliviarem mais rapidamente. São eles: hidratação constante, repouso, alimentação saudável e leve, uso dos medicamentos indicados pelo médico, evitar ir a locais com muitas pessoas para evitar a transmissão, como escola, trabalho, transporte público, etc. Evitar compartilhar talheres e copos com pessoas de casa.

Quanto tempo duram os sintomas?

As viroses costumam ser autolimitadas, ou seja, têm sintomas que duram um período curto de tempo e se curam espontaneamente, entre cinco e 10 dias. Muitas vezes os sintomas de viroses podem ser simples e não levam a pessoa ao médico. O ideal é buscar ajuda se os sintomas estão atrapalhando seu dia a dia, se intensificam e não melhoram mesmo com medicações.

Como saber se é uma virose?

O diagnóstico de uma virose é feito com base no exame clínico dos sintomas e histórico do paciente e pedidos de exames conforme as suspeitas do médico. Algumas viroses podem ter seu agente causador identificado pela sorologia específica, mas nem todas elas possuem esse tipo de exame.

Normalmente, quando o paciente é diagnosticado com uma virose, o hemograma mostra um aumento nos linfócitos.