Esporte

Um famosinho laranjeirense

Aos 19 anos, Edson Bustrolin Júnior desponta através de desenhos realistas e se torna o ‘queridinho’ de celebridades nacionais e internacionais
Juninho Brustolin entrega um desenho para o cantor Jerry Smith (Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal)

Por Andra Lemonie e Juliam Nazaré


Localizada no centro-sul do Paraná, Laranjeiras do Sul completa nesta sexta (30) 72 anos. De 1946 pra cá muita coisa mudou: o Território Federal do Iguaçu findou, várias gerações e políticos passaram, momentos bons também foram vividos, a tecnologia chegou, em contrapartida mais da metade do território de origem já se desmembrou.
 

Sem luxo, sem lixo

Cidade pequena do interior tem lá seus pontos negativos: antes do avanço da tecnologia os únicos meios de comunicação próprios eram o rádio e o jornal impresso. A TV chegou entre o fim da década de 60 e início de 70: quase 20 anos após a criação da TV Tupi, pioneira no país.

Se o progresso demora a chegar, a pacata Laranjeiras sempre teve seus pontos ganhos: o lugar tranquilo, com gente hospitaleira, a rica história e as belas opções de turismo sempre deram ao local uma posição de respeito em todo o estado.

E é justamente falando dos avanços e da tecnologia que embarcamos no mundo dos famosos, ou, do famoso de Laranjeiras do Sul. É bem verdade que a terrinha sempre teve suas personalidades que conquistaram o público na região da Cantu, só que agora “a coisa ‘tá’ mudando de patamar” e estamos nos inserindo no holl de terras de celebridades!

Popstar da terrinha

Laranjeirense nato, Edson Brustolin Júnior tem 19 anos. Vindo de família tradicional da cidade, ele tem viajado o Brasil e o mundo levando o nome da terrinha e mostrando seu trabalho: o de artista.

Juninho, como é popularmente chamado, faz desenhos realistas de celebridades. Tudo começou aos 13 anos, sem nenhuma intenção profissional, até que então decidiu começar a desenhar jogadores de futebol. “Resolvi desenhar celebridades internacionais. Aí então um colega, também desenhista, me aconselhou a desenhar jogadores de futebol, por serem mais humildes e receptivos. Mandei mensagem pra todo o elenco do Internacional, meu time do coração, a maioria me respondeu, fiz desenhos pra eles e alguns postaram. Com isso muita gente pôde conhecer meu trabalho. Depois de um tempo fiz do Ronaldinho, consegui entregar e ele postou também. Agora pra mim isso se tornou rotina. Sempre que tem show musical, algum artista por perto eu procuro fazer o desenho e entregar”, comenta o garoto que concilia os desenhos com a faculdade de engenharia civil.

A vida de Juninho mudou de patamar qunado resolveu desenhar os jogadores do clube do coração, Internacional/RS

 

O trabalho é minucioso e leva tempo. “Os desenhos do Jarry Smith, Casillas, Neymar e Lucas Lucco foram os que mais demoraram. Foram umas 50 horas pra ficar pronto cada um”, conta Juninho. No aniversário de Laranjeiras, o jovem visionário já prepara sua cartada: vai entregar uma obra para a dupla sertaneja Marcos e Belutti, que se apresenta amanhã (1º) na cidade.

Já faz parte da rotina do jovem viajar e se encontrar com algum famoso por aí. Em Portugal, esteve com o goleiro Casillas, campeão da Copa de 2010 com a Espanha. As redes sociais do desenhista promissor mais parecem páginas digitalizadas da famosa revista Caras.

Um dos trabalhos prediletos do garoto foi retratar o momento em que Ronaldinho Gaúcho recebe o prêmio de melhor do mundo de 2005

 

E por falar no mundo da comunicação, ele aos poucos vem se inserindo nele. 2018 foi ano de estrear como colunista da revista I9. “Em cada edição estou contando a história de algum desenho que fiz destinado a algum famoso”, relata.

Brustolin anda tão bem requizitado, que já consegue sobreviver financeiramente com os desenhos. “Faço o desenho para os famosos, o primeiro eu doo e em troca eles fazem a divulgação. Saio no lucro, pois através de um artista, outras 500 pessoas passam a me conhecer. Também não faço só desenho de famosos, trabalho com encomendas”, explica. Ainda segundo Juninho, o tamanho do desenho e o valor variam conforme a preferência do cliente.

O jovem retratou o casal Geovana Ewbank e Bruno Glagiasso com a filha Títi

 

Aos poucos, ele vai conquistando espaço até fora dos papéis: quem vai ao Ginásio Laranjão já pode perceber uma arte, feita em tinta, onde alguns esportes são retratados. A obra foi feita pelas mãos do desenhista, agora debutante a pintor, especialmente para os Jarcans. Ele faz mistério e promete novas surpresas.