Educação

Colégio Militar de Laranjeiras: Unicentro ganha preferência para sede

O major Toniolo, responsável pela avaliação das edificações, deixou transparecer favoritismo pelo imóvel do bairro Nossa Senhora Aparecida
Uma reunião, ontem (11), com autoridades locais e da Polícia Militar traçaram novos rumos na trama (Foto: Reprodução)

Após a Secretaria de Estado da Educação (SEED) ter concedido autorização para o Núcleo Regional, iniciar a tramitação do processo de instalação do Colégio Militar em Laranjeiras do Sul, este tem sido um dos principais assuntos no setor de ensino na cidade.

Apesar do relevante impulso que isso certamente dará ao setor educacional na região, a iniciativa recebe críticas de algumas pessoas que não perceberam a importância do evento e o assunto foi inclusive tema de protesto por parte de alunos e professores.

“Mas, independentemente da posição contraditória de alguns, a maioria apoia a ideia”, foi o que disse o prefeito Berto Silva, defendendo a implantação da instituição de ensino militar na cidade, ao receber em seu gabinete, o Major Toniolo, responsável para averiguar os locais onde o Colégio funcionará.

A comitiva militar, além do major contou com a presença do Tenente Rudnick, comandante da 2ª Cia da Polícia Militar, do sargento Adão Cecílio e do soldado Duda.

Entusiasta

O prefeito enalteceu o trabalho da Corporação e citou inclusive parcerias que o governo municipal fez recentemente com o Exército em ações de combate ao tráfico e à dengue no município.

“É relevante o serviço prestado pelos nossos órgãos de segurança e sempre estaremos de portas abertas para parcerias e o Colégio Militar, que foi uma iniciativa do nosso chefe do Núcleo, Lídio dos Santos, ganhou nesse prefeito, um entusiasta, pela excelência de ensino e por tudo que isso que a implantação da instituição representará para Laranjeiras do Sul”, afirmou o prefeito.

Durante o encontro, Berto Silva também disponibilizou para a instalação do Colégio, o prédio da Unicentro, que será reincorporado ao patrimônio do município com o encerramento das atividades da Universidade na cidade e garantiu ao major, que doará os uniformes para os futuros alunos.

Unicentro

O major Toniolo, agradeceu a acolhida e logo após o término da reunião, foi visitar as edificações disponibilizadas: colégios Gildo Aluísio Schuck e Érico Veríssimo e a Unicentro, no bairro Nossa Senhora Aparecida.

Após a visita as instituições, o chefe do NRE, Lidios dos Santos, junto da secretária Maria Luiz, tenente Rudnick e Major Toniolo visitaram o Jornal Correio. Toniolo deixou transparecer sua preferência pelo prédio da Unicentro e justificou: “porque nós pegaríamos do zero, quando nós pegamos outro colégio, sempre tem uma cultura própria, como calendário, horário de hora/aula, entre outras. Teríamos que mudar para uma cultura policial militar e isso demoraria um pouco mais para se adaptar. Portanto quando se começa do zero é muito mais tranquilo para nós implantarmos nossa metodologia”.

De acordo com Toniolo, o trâmite para implantação do Colégio é moroso e requer uma série de regras que precisam ser cumpridas, no entanto ele acredita que no mais tardar, até 2021, a instituição estará funcionando em Laranjeiras do Sul.

Presenças

Além do prefeito Berto Silva e da comitiva militar, estiveram presentes no evento, o vice-prefeito, Valdemir Scarpari; o chefe do NRE, Lídio dos Santos; a secretária de Educação, Maria Luiza Simões; os vereadores Magrão, Junior Gurtat, Sete, João Aires e Panato; o delegado Marcelo Trevisan; os presidentes do Rotary, Luis Ederson; do Lions, Waldir Wessler; da ACILS, Fabiano Franciosi; da Casa Maçônica Acácia Laranjeirense, Edo Bugay e o membro Rosevaldo Fontanella;  a presidente da OAB, Maressa Pavlak e a advogada Iracema Carvalho, presidente do Conselho da Comunidade.