Notícias Policiais

Virmondense mata esposa e comete suicídio no Paraguai

Segundo informações do site paraguaio Crônica, o virmondense Arno Domingo Zanela, de 71 anos, foi encontrado morto na noite de sexta feira (23), na cidade de Santa Rita, no Paraguai.

A tragédia tomou conta da cidade de Santa Rita. O corpo foi encontrado pendurado em uma corda dentro de um galpão ao lado da casa.

Arno estava na mira dos investigadores no caso da morte de sua esposa Otília Oskowski Zanela (55), que ocorreu na última quinta-feira (22).

Otília foi encontrada morta dentro da casa, com sinais de violência, ela levou vários golpes e cortes e por fim foi asfixiada.

Ao ser questionado sobre o fato, Arno disse que saiu muito cedo de casa para ir à uma cidade vizinha, por isso pediu para sua filha ir até a casa mais tarde para ver se tava tudo bem com sua mãe.

Ao chegar, a filha encontrou a mãe morta e a casa revirada.

Virmondense mata esposa e comete suicídio no Paraguai

A polícia começou a investigar o crime, primeiro como assalto, visto que vários móveis foram levados da residência, mas após exames periciais foi constatado que a causa da morte não foram os golpes e sim asfixia mecânica e o principal suspeito passou a ser seu marido.

Após investigação sobre o suspeito, a polícia paraguaia descobriu que Arno já havia assassinado sua primeira esposa a cerca de 30 anos no Rio Tapera em Virmond, quando o mesmo fugiu para o país vizinho para não ser preso.

Ao ser intimado para prestar depoimento para a polícia paraguaia, Zanela decidiu tirar sua própria vida, por meio de enforcamento.

Via: Crônica.