Perto de Deus - Padre Wieslaw
As crianças

“Ide, pois, e ensinai a todas as nações, batizai-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.  Ensinai-as a observar tudo o que vos prescrevi. Eis que estou convosco todos os dias, até o fim do mundo.”  (Mt.28.19-20)

Jesus Cristo deu aos Apóstolos a ordem de ensinar para todas as nações   o caminho da salvação.                                                                                                  

E é fato, que todas as pessoas que creem em Deus querem, ganhar o Céu. Mas não é fácil. São Paulo Apóstolo enumera alguns pecados que impedem a salvação e levam as almas para o Inferno. Esta enumeração assusta. “São bem conhecidas as obras da carne: imoralidade sexual, impureza, devassidão, idolatria, feitiçaria, inimizades, contenda, ciúmes, iras, intrigas, discórdias, facções, invejas, bebedeiras, orgias e outras coisas semelhantes. Eu vos previno, como aliás já o fiz: os que praticam essas coisas não herdarão o reino de Deus.”  (Gl.5.19-21)

Um meio para receber o perdão dos pecados e ganhar o Céu, Jesus Cristo deixou em amor pelas crianças. Que crianças? Em primeiro lugar em suas próprias crianças. Então o pai e a mãe como devem tratar as suas crianças?  Se Jesus Cristo se identifica com a crianças então devemos tratar as crianças com o amor.  Várias vezes por dia lhes dar abraços e beijos. Várias vezes dizer que você as ama. Reserve um tempo para conversar com elas, para com elas passear, para as ensinar bons costumes, junto com elas rezar, conversar com elas sobre Deus, ler junto com elas os evangelhos. Nunca bata nas crianças. Se a criança se comportou mal, chore, mas não bata. Também ajude as crianças abandonadas.  Lembre-se, que você ajudou uma criança, então você ajudou o próprio Jesus Cristo. Pois Ele falou: “Quem acolhe em meu nome uma destas crianças, a mim acolhe. E quem me acolhe, acolhe, não a mim, mas Àquele que me enviou.”  (Mc.9.37) O bom tratamento das crianças é um favor feito ao próprio Deus. O pagamento divino deste favor é sempre a salvação eterna. É impressionante como Jesus Cristo tem um grande amor pelas crianças.

 Até Ele quer, que nós adultos tenhamos as atitudes das crianças. Pois as boas crianças se caracterizam pela simplicidade, não complicam as coisas, são sinceras, não mentem, não contradizem, tem amor pelos pais, querem agradar em tudo aos pais, querem viver na amizade com todo o mundo. “Deixai as crianças virem a mim e não as impeçais, pois a pessoas assim é que pertence o Reino de Deus. Eu vos digo: quem não receber o Reino de Deus como uma criança não entrará nele.” (Lc.18.16)

A Sagrada Escritura apresenta uma frase que nos anima: “Sobretudo, cultivai o amor mútuo, com todo o ardor, porque o amor cobre uma multidão de pecados.”  (1Pd.4.8)

Amando as crianças os nossos pecados começam sumir e se abre para nos a porta do Céu.

Se no mundo as pessoas vivessem praticando o amor fraterno, seria um paraíso na terra. Não teria guerras, brigas, assassinatos, roubos, calúnias, mentiras. Todo o mundo seria bem-educado, solidário em dificuldades, ajudando os mais fracos, sendo alegres e simpáticos etc.

O! Bom Jesus, nós amamos as crianças, as ajudamos a se alimentar, vestir e estudar. Como recompensa perdoe os nossos pecados e nos aceite entre os salvos no Céu. Amém.