Editorial
Por uma vida mais saudável

Cerca de 20% da população brasileira é obesa, conforme Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), divulgado em julho deste ano. 55,7% da população está acima do peso.

Contribuem para esse número, a correria do dia a dia e dessa forma, a refeição de muitos são fast foods ou lanches mais rápidos, consequentemente mais calóricos e menos nutritivos.

Tentando muitas vezes mudar essa realidade da noite para o dia, muitas pessoas resolvem fazer dietas loucas. De um dia para o outro param de comer carboidrato, doce, e por aí vai.

Mas será mesmo que cortar alimentos dá resultados? Pode até ajudar a emagrecer, mas já ouviu falar no efeito sanfona? É o que acontece quando a pessoa volta a ingerir os alimentos cortados.

Sem falar que a falta de um tipo de alimento pode acarretar em problemas à saúde.

O certo mesmo é buscar uma reeducação alimentar. Coisa que não acontece de um dia para o outro, mas sim um processo que precisa de hábito, foco e determinação. Essa medida sim vai resultar em qualidade de vida. Se aliar à prática de atividades físicas o resultado será melhor ainda. O corpo e a cabeça se transformam. Vale a pena tentar.