Tipos de sinusite e principais tratamentos para a doença

Os sinais de melhora da sinusite incluem a diminuição da coriza, do congestionamento nasal, da dor de cabeça e da dor nos ossos da face

O tratamento para a sinusite aguda, geralmente, é feito com remédios para aliviar os principais sintomas causados pela inflamação, prescritos pelo clínico geral ou otorrino, no entanto algumas medidas caseiras como lavagem nasal com água e sal ou soro fisiológico, ou inalações a vapor podem ajudar a reduzir os sintomas e o incômodo da doença.

Desta forma, o tratamento para sinusite, normalmente, inclui o uso de remédios como:

•Analgésicos e anti-inflamatórios como o Paracetamol ou o Ibuprofeno, por exemplo, para aliviar a dor de cabeça e dos ossos da face, e diminuir a inflamação dos seios nasais;

•Sprays nasais como Fluticasona ou Mometasona, por exemplo, sob orientação do médico, que servem para reduzir a inflamação dos seios nasais e aliviar a congestão nasal, coriza, coceira e espirros;

•Corticóides orais como a Prednisona, sob indicação e prescrição médica, para tratar a inflamação dos seios nasais;

•Antibióticos, como a Amoxicilina ou Azitromicina, por exemplo, são recomendados pelo médico somente para o tratamento da sinusite bacteriana, ou seja, quando é causada por uma infecção por bactérias;

•Descongestionantes nasais contenham Nafazolina, Oximetazolina ou Tetrahidrozolina, como o Sorine, por exemplo, ajudam a melhorar os sintomas, mas devem ser feito com cautela, por menos de três semanas, pois causam efeito rebote e dependência.

Alérgica

Quando a sinusite tem uma causa alérgica, como após episódios de alergia à poeira, por exemplo, o médico poderá prescrever remédios antialérgicos como a Loratadina ou Cetirizina, para tratar a inflamação dos seios nasais desencadeada por uma alergia à poeira

Quando a sinusite tem uma causa alérgica, como após episódios de alergia à poeira, por exemplo, o médico poderá prescrever remédios antialérgicos como a Loratadina ou Cetirizina, para tratar a inflamação dos seios nasais desencadeada por uma alergia à poeira.

Além disso, é importante evitar antibióticos quando não há indicação de sinusite bacteriana, pois o uso desnecessário destes medicamentos pode levar à resistência de bactérias, o que pode causar sinusite crônica e de difícil tratamento. Para diferenciar melhor cada tipo de sinusite.

Como tratar a sinusite crônica

A sinusite crônica é aquela que dura mais que 12 semanas, geralmente causada por bactérias resistentes aos antibióticos ou por outras causas como alergias de difícil controle, por fungos ou por outras situações mais raras, como por deficiência da imunidade ou alterações na drenagem da secreção dos seios da face, como acontece na fibrose cística, por exemplo.

O tratamento para a sinusite crônica é prolongado, durando 3 ou 4 semanas, e pode incluir o uso de antibióticos, corticoides orais ou em spray nasal, bem como nebulizadores com água filtrada ou soro fisiológico para aliviar a congestão nasal.

Nos casos em que as pessoas com sinusite crônica não melhoram com as medicações, a cirurgia pode ser indicada pelo médico otorrinolaringologista para tentar resolver o problema. Esta cirurgia consiste na abertura dos buracos de drenagem dos seios da face, facilitando a drenagem do muco retido nos seios, ou na correção de desvio do septo do nariz, melhorando os sintomas da sinusite.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades

 |   |   |   | 

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail