AFASTE-SE DELES!

A palavra de Deus nos orienta: No que depender de vocês, façam todo o possível para viver em paz com

A palavra de Deus nos orienta: No que depender de vocês, façam todo o possível para viver em paz com todas as pessoas (Rm 12.18 NTLH). Essa paz é ausência de conflito, de desentendimentos ou intrigas. Porém, isso não significa que devemos ser companhia de todas as pessoas.

Há pessoas que são tóxicas e trazem prejuízo para seu futuro, sua família, sua vida espiritual e até mesmo para sua saúde. A verdadeira amizade se importa com seu desenvolvimento e agrega valores à sua vida. Qualquer um que atrase sua vida não é digno de sua companhia.

Você não é obrigado a ser amigo de todos, aliás, em vários momentos a palavra de Deus nos orienta a afastar-se de pessoas cuja companhia pode ser prejudicial a sua vida.

Paulo escreve a Timóteo (2 Tm 3.1-5) alertando sobre os tempos ruins que viriam e que o comportamento das pessoas dentro e fora da igreja seriam contrário aos padrões éticos do Reino de Deus, por fim ele assevera: “afasta-te deles”. Ou seja, há classes de pessoas que devemos nos afastar.

A Bíblia fala mais sobre isso:

Não se enganem: “As más companhias estragam os bons costumes. ” (1 Co 15.33).

Não me tenho assentado com homens vãos, nem converso com os homens dissimulados (Sl 26.4).

Filho meu, não te ponhas a caminho com eles; desvia o teu pé das suas veredas (Pv 1.15).

Meus irmãos, peço que tomem cuidado com as pessoas que provocam divisões, que atrapalham os outros na fé e que vão contra o ensinamento que vocês receberam. Afastem-se dessas pessoas (Rm 16.17).

Mas, agora, escrevi que não vos associeis com aquele que, dizendo-se irmão, for devasso, ou avarento, ou idólatra, ou maldizente, ou beberrão, ou roubador; com o tal nem ainda comais (1 Co 5.11).

Estes são apenas alguns versículos da palavra de Deus que nos mostra que devemos manter certa distância de pessoas danosas. Isso não é pecado, podemos dizer que o contrário pode te levar ao pecado conforme fala o Salmo Primeiro.

Portanto, quem são suas companhias? Pessoas que agregam valores à sua vida? Pessoas que contribuem para o seu desenvolvimento? Ou pessoas que trazem prejuízos para você e sua família?

Um ditado popular diz que é melhor estar só do que mal acompanhado. Evitar estas companhias não significa que nos seus meios de convívio social você deva ignorar algumas pessoas. É correto tratar as pessoas com urbanidade, dignidade e respeito, porém, em relação às companhias devemos ser seletivos.