A união faz a força

Fazemos votos que este grupo, que demonstrou tamanha união e determinação, abrace mais causas nobres como esta. Há um provérbio africano que diz: “a união do rebanho obriga o leão a deitar-se com fome”. E com certeza esta união pode fazer muito mais

 Em setembro de 2020 entidades da sociedade civil organizada criaram um grupo para reivindicar e expor a necessidade urgente da construção de viadutos no perímetro urbano do município de Laranjeiras do Sul. O grupo que começou com o nome ‘Trincheiras já’, agora chama-se ‘Movimento Viaduto Já’ e reivindica mais do que viadutos, afinal é urgente também a construção de avenidas marginais na rodovia BR 277, ciclovias, passarelas e iluminação, a partir do km 451 até o km 455, perfazendo um total de 4 km.

Para entender a necessidade das obras, é necessário avaliar que a rodovia BR 277 é uma das mais importantes do Estado, atravessando desde Foz do Iguaçu até o Porto de Paranaguá, com a extensão de 733,7 quilômetros e recebe movimento de cerca de 11 milhões de veículos por ano, mais da metade (55%) no transporte de cargas. Essa rodovia corta o município de Laranjeiras do Sul e daí a necessidade urgente da construção de viadutos no perímetro urbano que substituam a passagem que hoje acontece nos três trevos em nível. Até quando vidas serão ceifadas?

O objetivo do grupo é que as obras já citadas, que tem o fim de melhorar a mobilidade urbana e reduzir o número de acidentes no local, garantindo a segurança aos munícipes que fazem essa travessia diariamente e também aos veículos que estão de passagem por este trecho rumo a outros destinos, sejam incluídas no edital de licitação da nova concessão de pedágio, que acontecerá em novembro deste ano.

Há 30 anos já estava presente nas reivindicações a construção de uma trincheira no trevo de acesso a Laranjeiras do Sul. O ‘Movimento Viaduto Já’, tem mostrado sua força e determinação. Ontem mais uma vitória, o prefeito Berto Silva juntar-se-á ao grupo em audiência pública.

O ‘Movimento Viaduto Já’ é compostos pelas entidades: Acils, Câmara de Vereadores, Prefeitura Municipal, Associação dos Municípios da Cantuquiriguaçu, Universidade Federal da Fronteira Sul, OAB, Rotary Clube, Lions Clube, Loja Maçônica Acácia Laranjeirense, Loja Maçônica Cavaleiros Templários, Sociedade Rural do Centro Oeste, bem como os veículos de imprensa: Jornal Correio do Povo do Paraná, Rádio Campo Aberto FM, Rádio Educadora FM e Rádio Líder Sul FM. Além das entidades, há muitos cidadãos unindo forças para a reivindicação junto às autoridades competentes para a urgência e necessidade destas obras em Laranjeiras do Sul.

Fazemos votos que este grupo, que demonstrou tamanha união e determinação, abrace mais causas nobres como esta. Há um provérbio africano que diz: “a união do rebanho obriga o leão a deitar-se com fome”. E com certeza esta união pode fazer muito mais.