Editorial Correio do Povo do Paraná de 6 de abril de 2019

Especialistas afirmaram que providências para reduzir as mudanças climáticas precisam ser tomadas, pois os efeitos já prejudicam a sociedade e

Especialistas afirmaram que providências para reduzir as mudanças climáticas precisam ser tomadas, pois os efeitos já prejudicam a sociedade e setores da economia brasileira. Entre os anos de 1961 e 2017, o Brasil ficou de 3° a 4°C mais quente, de acordo com a Rede Clima, a Rede Brasileira de Pesquisas Sobre Mudanças Climáticas Globais.

Segundo dados, o Nordeste, por exemplo, já tem maior frequência de períodos de seca na região semiárida, o que afeta as atividades agropecuárias e o nível dos reservatórios de água criados para abastecimento público.

A Rede Clima aponta ainda que a temperatura média do ar no ano passado ficou 0,7°C acima da média registrada entre os anos de 1981 e 2010. Uma publicação do órgão de pesquisa mostra que a maior frequência de temperaturas máximas diárias mata as flores do café, laranja e feijão e muda o processo de germinação das sementes de frutas como maçã, ameixa e uva.

Certo ou não, a verdade é que estamos a 15 dias do início do Inverno e até agora o frio não deu o ar da graça, tivemos ontem um friozinho de 7 graus, que está longe das expectativas dos lojistas da região, verem os estoques de roupas quentes baixarem nas prateleiras. No ano passado, nesta mesma época, as temperaturas atingiram a marca negativa em várias cidades, com Entre Rios, em Guarapuava, registrando no dia 08 de junho, a marca de -3,5 graus.

Mas, por enquanto, a onda fria fica só na expectativa dos lojistas e daqueles que cultuam o Inverno e aproveitam para tomar um bom vinho acompanhado de um prato bem quente e com muita caloria, ou o quentão das festas juninas, para amenizar o ar gelado que nesta época do ano se faz presente por essas bandas. Só que até agora, veio apenas um arremedo de frio e a previsão para os próximos dias, segundo o Simepar, é de temperaturas amenas até o dia 19 de junho, com média de 12 graus, longe do que estamos acostumados a ver neste período do ano.  A situação anda tão feia, que até o Inverno está encolhendo.