Faça chuva ou faça sol… é preciso colher

Na última semana o Correio do Povo noticiou que a falta de chuva ainda não prejudicou a maioria dos produtores

Na última semana o Correio do Povo noticiou que a falta de chuva ainda não prejudicou a maioria dos produtores no plantio da safra 2019/2020, já que a maioria deles plantam em outubro. Apenas alguns que plantam em setembro é que poderiam contabilizar perdas, devido a secura.

Agora a época é de colheita de trigo no Paraná e conforme a secretaria de Agricultura, os produtores não estão nada felizes com a colheita. A estimativa é que haja uma queda de 18% na quantidade colhida, comparada com 2018.

Isso resulta de duas grandes geadas e também da falta de chuva no estado, que acabou prejudicando a produção da cultura.

De acordo com o Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar), a tendência das temperaturas para a primavera, que corresponde aos meses de setembro, outubro e novembro, é de que os valores fiquem próximos ou acima da média histórica. Neste início da estação, haverá maior amplitude térmica, ou seja, maior diferença entre os valores de temperatura máximos e mínimos diários. Isso vai diminuir conforme se aproximar o verão.

As chuvas devem seguir a média dos últimos anos. Apenas em outubro, que é justamente o mês em que os produtores do estado plantam, é que deverá chover em volume abaixo da média.

Neste caso, afirmamos que ainda não prejuízos devido a falta de chuva, mas ao que a previsão indica, poderá haver sim. Pode ser que as culturas sejam plantadas de forma tardia, mas ai também é preciso contar com a ajuda de são Pedro durante e ainda mais importante, na hora da colheita. O fato é que o fator clima acaba influenciando em muito a produção.

No Brasil, a companhia nacional de abastecimento (Conab) prevê uma colheita de 5,4 milhões de toneladas de trigo no país, um pouco menos do que na safra passada.

Agora só fazer uma figa e contar com o apoio do cara lá de cima e claro, com os demais fatores técnicos necessários para uma boa safra.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades  Facebook |  Twitter |  YouTube |  Instagram. Também temos nosso grupo de notícias no  Whatsapp, todo dia atualizado com novas matérias.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail