Fuja da Black Fraude

É necessário redobrar os cuidados, ainda mais em ambientes virtuais, que hoje compõe a maior parte das escolhas de compra dos consumidores

Com as datas comemorativas chegando e muitas pessoas para presentear, nada melhor que economizar um pouquinho na hora das compras. E neste ano, por conta da pandemia, a renda de muitos foi comprometida. Por isso, uma boa promoção é uma das melhores opções para fazer as desejadas compras.
A Black Friday chegou ao Brasil em 2011 e é uma das maiores datas promocionais de movimentação do comércio brasileiro. A ação acontece sempre na última sexta-feira de novembro, que neste ano cai no dia 27. Muitas lojas no entanto, já estão conta com as promoções em andamento desde o início da semana, tanto físicas quanto onlines.
Nesta mesma época, em 2019, o varejo faturou R$ 3,2 bilhões entre quinta e sexta, um aumento de 23,6% em relação à data de 2018. Os dados são da consultoria Ebit Nielsen, referência no comércio eletrônico. Para 2020, devido ao ano ter sido atípico no mundo todo, a previsão é de aumento nas vendas, principalmente porque muitas lojas acabaram migrando para o e-commerce.
Porém, o consumidor deve estar atento para as ‘Black Fraudes’, ou seja, aquelas promoções que são ‘metado do dobro do preço’. Hoje em dia, com opções de buscas principalmene nas lojas online, é difícil ser enganado, porém, ainda pode acontecer.
É necessário redobrar os cuidados, ainda mais em ambientes virtuais, que hoje compõe a maior parte das escolhas de compra dos consumidores. Buscar sempre sites oficiais, com boas avaliações, empresas conhecidas e, de preferência, com indicações de garantia da entrega e da confiabilidade do produto no que diz respeito a qualidade.
Avaliar bem as ofertas e sempre desconfiar de descontos atrativos demais, que saem da realidade dos valores convencionais, é essencial para driblar as pegadinhas. O encanto da super promoção muitas vezes leva o cliente a não perceber a diferença absurda dos preços. Além disso, manter o foco somente nos produtos que deseja obter é a principalmente dica.
Na página 6 desta edição, a consultora do Sebrae Angelica Fonseca Weirich dá dicas para as empresas que ainda não se programaram promoverem ações de Black Friday.