O rio Iguaçu pede socorro

Atualmente, a humanidade vem se preocupando sempre mais com a necessidade da preservação do meio ambiente. Tal urgência de preservação

Atualmente, a humanidade vem se preocupando sempre mais com a necessidade da preservação do meio ambiente. Tal urgência de preservação decorre da deterioração da natureza e do seu uso sem medidas e imprudente.

A humanidade começa a perceber que a proteção ao meio ambiente é um determinante de sua própria sobrevivência, pois, até então, as agressões contra ele eram as mais diversas possíveis. Essa conscientização de protegê-lo é antiga, e por isso mesmo não se deu da maneira como é vista hoje, começando no momento em que o homem passa a valorizar a natureza por ser uma criação divina, mas não chegava a existir uma preocupação em preservá-la.

Se existem aqueles que depredam, poluem, degradam, existem também aqueles que a defendem, que preservam, que recuperam e que dão demonstrações práticas de amor à vida e ao seu criador.

Estes sabem, que o resultado prático da ignorância ambiental é comumente apresentado à sociedade da pior forma possível, e quando o descaso é com o meio ambiente, geralmente as consequências geram danos à incolumidade física e aos bens materiais e imateriais. É o caso das enchentes nas grandes cidades (meio ambiente artificial).

Dando mostras que há luz no fim do túnel, um grupo de pescadores ligados à APPA – Associação de Pescadores Amadores de Sulina, realizou mais uma etapa de limpeza do Rio Iguaçu.

Nessa etapa, foi feito recolhimento de cerca de 700 quilos de lixo, encontrado as margens do rio.

Além de ser o rio mais importante do Paraná e cortar o estado de leste a oeste, o Iguaçu tem uma importância estratégica para o país, já que gera cerca de 7% de toda a energia elétrica produzida no Brasil.

No entanto apesar dá importância que tem para o desenvolvimento de vários segmentos no Estado, o nosso rio Iguaçu, pede socorro.

Porém são poucas as ações, como a que relatamos aqui, praticadas na nossa região. Que a atitude da APPA de Sulina nos sirva de estímulo e exemplo para que outras aconteçam ao longo do Rio Iguaçu, que merece mais que o nosso respeito, merece a nossa admiração e o nosso cuidado.