Palco ouro, desafio revelado

A partir de março, Laranjeiras do Sul experimentará o gostinho de fazer parte do seleto grupo de elite do Campeonato

A partir de março, Laranjeiras do Sul experimentará o gostinho de fazer parte do seleto grupo de elite do Campeonato Paranaense de Futsal. O Operário Laranjeiras já conheceu seu adversário de estreia: o Umuarama, na casa do adversário. O jogo está marcado para 13 de março.

No arbitral da competição, na terça-feira (23), a maioria dos dirigentes votou para que quatro equipes sejam rebaixadas nesta temporada. No ano passado, a Federação Paranaense de Futebol de Salão (FPFS) aboliu o descenso de dois times, em razão da pandemia. A conta chega para ser paga em 2021.

O formato da competição – embora aprovado também pela maioria – não agradou a todos e é, no mínimo, complexo e confuso, a ponto de possibilitar com que o 5º colocado da 1ª fase avance, mas ainda corra risco de queda.

Um ponto que deixou a desejar é quanto à premiação, que voltará a ser em troféu e medalhas. Sabe-se que a manutenção de uma equipe a nível de Série Ouro e da logística para os jogos é cara, afinal de contas, é uma competição profissional, entretanto, corre pelo mesmo profissionalismo uma premiação digna, que a Federação passará mais um ano sem corresponder.

No mais, fica a ansiedade para que chegue o dia 13 de março. A estreia não será ideal, já que não acontecerá no Laranjão. Menos ideal ainda é relembrar que o certame acontecerá com portões fechados. Um lamento.

Que sirva de alento as palavras ditas pelo presidente do Operário, Leoni Luiz Meletti, o ‘Tilim’, de que o time entra para brigar pelo título. O torcedor quer seguir sendo surpreendido positivamente.