Precisamos mudar

O povo brasileiro é trabalhador, receptivo e alegre, são alguns predicados que estampam nosso perfil para boa parte do mundo.

O povo brasileiro é trabalhador, receptivo e alegre, são alguns predicados que estampam nosso perfil para boa parte do mundo.

Mas, infelizmente nem tudo é assim. Temos também o lado pejorativo, como mal-educado, oportunista e ladrão, que estampam nosso perfil, para outra boa parte.

Infelizmente a nossa fama não é boa, carregamos a pecha de sermos um povo que não merece confiança.

E a culpa é de quem? A culpa é de todos, não podemos crucificar ninguém isoladamente. Essas características vêm dos nossos antepassados., não tem como fugir, mas tem como mudar.

É comum querermos levar vantagens, passar o outro para trás. Institucionalizamos a famosa Lei de Gerson, que está intrínseca na nossa cultura.

Fizemos esse preâmbulo para citar um fato ocorrido em Salvador na Bahia, com uma Geladeira Solidária. Esse é o nome de um programa cujo objetivo é disponibilizar o eletrodoméstico para receber doações e disponibilizar alimentos de graça para moradores de rua.

Funciona assim: o equipamento é colocado em um ponto da cidade e a pessoa que precisa, pode retirar o alimento que necessitar para saciar a fome e pronto. Não paga nada, por isso.

A ideia é muito boa e humana acima de tudo.

Porém, uma geladeira destas foi furtada de um ponto na capital baiana. Levaram o aparelho e todo o alimento contido nele.

E então? Somos ou não somos um povo que não merece confiança?

Mas alguém pode falar, mas são casos raros e isolados.  Realmente, são raros os casos com a mesma dimensão, que ganham a repercussão que esse ganhou. Por isso, as pessoas imaginam que isso não acontece com frequência. Só que acontecem sim. Cada vez que um brasileiro tenta furar uma fila, estaciona em uma vaga para idoso ou deficiente, sem sê-lo, ou tenta subornar um guarda, ou se aceita o suborno, ele está cometendo o mesmo deslize que o ladrão que furtou a Geladeira Solidária em Salvador. Furtando o direito de outrem.

E assim sendo, como exigir que nossos representantes nas esferas políticas sejam diferente e ajam com dignidade.

Muitos que estão lá, subornaram, compraram, se venderam e se corromperam. No entanto, só estão lá, porque muitos se venderam e foram corrompidos, por aqueles que estão lá a nos representar.

Por isso, é que nossa fama não é boa, porque todos os dias milhares de geladeiras solidárias são furtadas, ou pelo eleito ou por quem os elegeu. Há, vale lembrar que a educação, a índole e o caráter, são exemplos que precisam ser dados em casa. Só assim seremos merecedores de  respeito!