Sempre para última hora

Sabe aquela velha frase: brasileiro sempre deixa para a última hora?. A gente sabe que não é só uma frase.

Sabe aquela velha frase: brasileiro sempre deixa para a última hora?. A gente sabe que não é só uma frase. É incrível a mania de deixar sempre para resolver as coisas quando o prazo está no fim. Algumas vezes ainda só quando este prazo é prorrogado.

Um bom exemplo disso é que falta menos de um mês para o término do prazo para declarar o Imposto de Renda e apenas 23,54% da expectativa da Receita Federal para os contribuintes do Paraná foi atingida.

A Receita espera receber, até 30 de abril – último dia para enviar a declaração do IR – 1.970 milhão de declarações dos paranaenses. Até o final da tarde de ontem, o total de declarações no estado era de 463.900.

Em todo o país, devem ser enviadas 30,5 milhões de declarações. Deste total, apenas 8 milhões de pessoas já fizeram.

Esse péssimo hábito acaba por prejudicar a si próprio. Seguindo o exemplo do Imposto de Renda, nos dois ou três últimos dias todos que ainda estão pendentes resolvem de mandar. Dessa forma, o sistema sobrecarrega, fica lento e as pessoas não conseguem enviar suas declarações.

Automaticamente, ela fica tentando e tentando mandar. Acaba por perder um tempão e por vezes não consegue enviar.

Ou seja, é muita burocracia que poderia ser evitada e que acaba gerando uma série de outros atrasos.

Então, quem precisa enviar sua declaração, queo faça o quanto antes para evitar tudo isso. A Receita agradece.