Viva hoje

A morte prematura e repentina do músico Gabriel Diniz, que ficou conhecido em todo o país pelo hit ‘Jenifer’ causou

A morte prematura e repentina do músico Gabriel Diniz, que ficou conhecido em todo o país pelo hit ‘Jenifer’ causou grande comoção nas pessoas, mesmo em quem não é fã da música sertaneja. Isso porque, uma morte como essa, mostra o quão frágil é a vida. Afinal, podemos morrer a qualquer hora.

Uma outra notícia que chamou muito a atenção ontem foi a de que um milionário árabe ficou comovido com as imagens de um garoto peruano que viralizaram em redes sociais, e resolveu ajudá-lo. O vídeo mostra o menino de 12 anos estudando na rua para aproveitar a iluminação pública, já que sua casa não tinha eletricidade.

O milionário decidiu construir uma casa nova para o menino e sua família, além de financiar um pequeno negócio para sua mãe e presenteá-lo com US$ 2 mil, segundo informações de um jornal local.

Pode parecer que os assuntos não têm relação, que não falam sobre a mesma coisa. E realmente não falam. Um descreve uma morte trágica e a outra sobre a uma ação.

Mas a mensagem que queremos passar é que a vida é tão curta e ao mesmo tempo tão boa que não podemos desperdiçá-la.

Se pudermos ajudar alguém devemos ajudar. Se puder fazermos uma boa ação, seja com doação ou as vezes até uma palavra amiga, que em muitos casos pode ser o suficiente para tornar o dia de uma pessoa melhor.

Então, como já dizia Legião Urbana: É preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã, porque se você parar pra pensar na verdade não há.