O tempo não para

Conta-se que um velho sábio, já prestes a morrer chamou seu discípulo e lhe entregou um livro e lhe orientou,

Conta-se que um velho sábio, já prestes a morrer chamou seu discípulo e lhe entregou um livro e lhe orientou, dizendo: ‘- quando as coisas ficarem muito difíceis, uma situação que você acredite não ter saída, pegue o livro e leia a primeira página. Porém, quando as coisas estiverem muito boas, momentos em que a felicidade é constante e que você gostaria de eternizar, pegue o mesmo livro, e leia a segunda página.’ O discípulo pegou o livro com carinho e o guardou. O tempo passou, e um dia diante de uma situação em que o discípulo estava acreditando que somente a morte poderia ser a solução, lembrou-se do livro, o pegou e abriu na primeira página e tudo o que estava escrito na folha branca era ‘TUDO PASSA’. Passado um tempo, as coisas estavam muito boas para o discípulo, ele estava feliz, confiante e com certeza queria eternizar aquela fase da sua vida, então lembrou-se do livro e pegando, o abriu na segunda e última página, e tudo o que estava escrito era ‘TUDO PASSA’.

O livro de Eclesiastes na Bíblia é aceito como escrito pelo sábio rei Salomão já em sua velhice, em seu capítulo 3 dos versos 1 ao 8, o rei Salomão fala sobre a passagem do tempo, e que por mais interminável que ele possa parecer (principalmente quando a situação é difícil), ou mais efêmero (quando a situação é agradável), ele passa.

 

Para tudo há uma ocasião certa; há um tempo certo para cada propósito debaixo do céu:

Tempo de nascer e tempo de morrer; tempo de plantar e tempo de arrancar o que se plantou,

Tempo de matar e tempo de curar, tempo de derrubar e tempo de construir. Tempo de chorar e tempo de rir, tempo de prantear e tempo de dançar. Tempo de espalhar pedras e tempo de ajuntá-las. Tempo de abraçar e tempo de se conter. Tempo de procurar e tempo de desistir. Tempo de guardar e tempo de jogar fora. Tempo de rasgar e tempo de costurar, Tempo de calar e tempo de falar, Tempo de amar e tempo de odiar, Tempo de lutar e tempo de viver em paz.

 

Sabe-se que o tempo é necessário para que as coisas aconteçam, e há um tempo determinado para cada coisa. Porém, atualmente parece que a humanidade vive com necessidade de mais tempo e nessa busca desenfreada, encurta tempo que não deveria ser encurtado, (como o de uma gestação, ou o de estar com a família, ou mesmo o tempo de sono, de lazer). E tenta alongar outros tempos, como o de trabalhar mais, para ganhar mais, prolonga-se o tempo de uso da internet ou mesmo da TV, adia-se ao máximo as visitas aos amigos e familiares.

Todos têm a convicção de que o tempo passa, porém, é necessário ter consciência da importância de cada tempo, e dar a ele o devido valor, pois o tempo dedicado a cada acontecimento na vida pode ser uma benção ou uma tragédia, só o próprio tempo vai dizer.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail