Educação dos impulsos afetivos

            Lamentavelmente, são imensas as multidões que se precipitam nos pauis de infortúnios, desesperação e dores, a partir dos desassossegos

            Lamentavelmente, são imensas as multidões que se precipitam nos pauis de infortúnios, desesperação e dores, a partir dos desassossegos que os impulsos afetivos mal conduzidos lhes impõem…

            É comum um dos parceiros, mais costumeiramente o elemento masculino, quando não devidamente orientado, lançar-se aos exageros e ansiedades pelo prazer que a sexualidade oferece, sem qualquer consideração pelo outro coração.

            Desrespeitando os períodos de enfermidade, ou do ciclo ovulatório da companheira, alegando que carregam necessidades que precisam de inadiável atendimento, e, quando não contam com a anuência do outro ser, ou quando a situação, de fato, não aconselha a expansão do prazer libidinal, partem esses atordoados dos sentidos para experiências comprometedoras fora do clima doméstico, criando dificuldades ou dramas afetivos para sofrê-los durante um tempo imprevisível…

            Desconhecem que os Espíritos que renascem em corpos de homens ou de mulheres são os mesmos, caldeando experiências, com vistas à renovação e ao progresso urgentes.

            Dessa forma, esses Espíritos imprimirão em seus circuitos neurológicos, em sua estrutura somática, as descargas de sentimentos, de desejos, de harmonias ou desarmonias que estejam trazendo na bagagem da alma, de tempos remotos ou próximos, de conformidade com as rotas de maior ou menor equilíbrio que tenham vivido…

            O mais importante, na relação do casal, é o nível de ternura, de amizade, de bem-querer, de respeito, de confiança que hajam desenvolvido na vida em comum, tanto que a inter-relação meramente fisiológica pode ser conseguida com qualquer outro ser, mas o complemento nutriente, que com confere saúde, encantamento pela vida e paz, somente se consegue obter quando os corpos que se unem servem a almas que se amam num quadro de dedicações recíprocas…

            Uma educação bem fundamentada nos princípios das leis de Deus, onde cada criatura passa a refletir sobre sua condição de ser perene, de ser eterno, porque de uma realidade atemporal, conduzirá os parceiros da conjunção sexual a reconsiderar sempre as suas relações no mundo, usufruindo as bênçãos da libido bem norteada, sem perder o passo das finalidades desse sublime prazer no mundo, prazer que não deve nem necessita ser conspurcado, adulterado, prostituído, tornando-se, nesse estuário harmonioso, a quota de divindade que há em cada criatura…

            Busca descobrir no outro coração, que partilha as lutas diárias contigo, a alma querida com a qual guarda compromissos formosos, desde passados tempos, ou com quem deverás ressarcir difíceis problemas produzidos nos tempos da loucura ou do descompasso moral…

            Educa-te e ajuda a quem compartilha afetividade contigo, a fim de que ambos se libertem, gradualmente, do império da sensação, fazendo com que as mais felizes emoções superem as tormentas da carne e te façam vitorioso com a alma que te merece terna atenção, confiança, dedicação, em nome do Amor, que é o próprio Deus a respirar por ti.

 

Livro: EDUCAÇÃO E VIVÊNCIAS. Camilo (Espírito), psicografia de José Raul Teixeira. Fráter Livros Espíritas.  Niterói – Rio de Janeiro – RJ. 3ª Ed. 2004. Pág. 81-84

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail