RECONHECIMENTO

_

A bênção da reencarnação é um hino de louvor à vida, sem a qual a existência humana se reduziria a um período muito breve para a s experiências evolutivas, que não lograriam atingir a plenitude com a realização completa do ser espiritual…

            Aprende a agradecer, não apenas através de palavras, mas principalmente, por meio da fidelidade a quem te concede amizade e carinho, enriquecendo tuas horas com as concessões do progresso.  Agradece ao teu corpo a oportunidade de crescimento espiritual, dele cuidando com respeito e atendendo-o nas suas necessidades de evolução, ao tempo em que propicia maior campo para a cultura da inteligência e das emoções, ampliando as tuas horas no planeta que te serve de colo de mãe.

            Agradece a educação que recebeste, aureolando-te de informações preciosas para a existência e abrindo-te espaços para o entendimento dos deveres que reencarnação, enseja.

            Agradece a bondade e a rudeza com que sejas tratado, porque cada qual desempenha um papel importante na construção da tua personalidade e na definição dos teus rumos.

            Agradece a mão se te dirige para apontar-te caminhos ou segurar-te na rampa da queda, evitando-te a defecção ou fracasso.

            Agradece ao amigo e ao inimigo a sua existência, retribuindo em bondade tudo quanto recebas de um ou de outro. Certamente amarás mais ao amigo, o que é natural, sem que se te faça necessário odiar o inimigo. O fato de não lhe desejar mal nem lhe retribuir as ofensas recebidas já representa nobre expressão do amor.

            Agradece a luz do dia e a sombra da noite, encarregadas respectivamente de finalidades especiais na construção da vida terrestre. Agradece o sol e a chuva que te proporcionam abundância de pão e de harmonia nas paisagens da Natureza.

            Agradece as horas de reflexão e de tensão, porque ambas te constituem elementos de fortalecimento moral.

            Agradece os sentidos de que estás constituído, mediante  os quais podes manter contato com o Universo e descobres suas maravilhas.

            Agradece os limites que te caracterizam, porque, através deles, irás descobrindo as finalidades da vida, enquanto desenvolverás novas fontes de informação e de consciência.

            Agradece toda e qualquer expressão do bem que te chegue, sem o qual dificilmente te enriquecerias de luz e de progresso.

            Agradece a paz e a luta que se alternam durante os teus dias. Fossem apenas de paz todos eles e perderias o significado, e se expressassem apenas em pelejas, a exaustão retiraria os incentivos para prosseguires, por desaparecimento de finalidade.

            Tudo, portanto, canta e louca a Vida, e a reencarnação é o instrumento abençoado para o descobrimento de todas as glórias ocultas, que um dia exortarão o ser humano…

            Quem não aprende a agradecer, não adquire valores para ser feliz.

            Agradece, portanto, tudo o que tens ou que te falta e a todos os que te cercam.

            Quando Jesus recomendou o amor até mesmo aos inimigos, estimulou à gratidão por todas as concessões que a vida oferece aos viajantes humanos.

Livro: NASCENTE DE BÊNÇÃOS. Joanna de Ângelis (Espírito), psicografia de Divaldo Pereira Franco. Livraria Espírita Alvorada Editora. 1ª ed. Salvador. BA. 2001. Pág. 185.

Manoel Ataídes Pinheiro de Souza – CEAC  Guaraniaçu – PR.  [email protected]        

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades

 |   |   |   | 

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail