Responsivo

“Mulher”

Debruçada sobre a janela

Fitava com seus olhos de mulher

O movimento apressado da rua

O vaivém frenético dos passos

Dos que buscavam cada qual

Cumprir seus afazeres

Ou desejos talvez

Veio então

O vento repentino

Trazendo a chuva gelada

Fazendo-a cerrar a janela

Enclausurando-a novamente

À sua restrita

Paisagem doméstica

Onde abriga suavemente

Seus sonhos femininos.