Bem e Mal

“Quem é bom tira coisas boas do tesouro do seu coração, que é bom; mas quem é mau tira coisas

“Quem é bom tira coisas boas do tesouro do seu coração, que é bom; mas quem é mau tira coisas más do seu tesouro, que é mau. Pois a boca fala daquilo de que o coração está cheio.” (Lc.6.45) Segundo a explicação de Jesus Cristo o mal, como também o bem se alojam dentro do nosso coração. Convivendo com as pessoas e observando o “agir” delas, nós com facilidade avaliamos, se elas são boas ou más.  Não podemos dar aquilo que não temos. O nosso coração dá aquilo que tem. Jesus Cristo fez a nos vários apelos para que o mal não domine o nosso coração. Pois Ele tem nojo daqueles que usam a língua para enganar e mentir. Pois pessoas deste tipo estão criando a confusão e a desordem na comunidade. Jesus Cristo uma vez  disse: “Por que me chamais: ‘Senhor! Senhor!’, mas não fazeis o que vos digo? Vou mostrar-vos com quem se parece todo aquele que vem a mim, ouve as minhas palavras e as põe em prática. É semelhante a alguém que, para construir uma casa, cavou fundo e firmou o alicerce sobre a rocha. Veio a enchente, a correnteza atingiu a casa, mas não conseguiu derrubá-la, porque estava bem construída.  Aquele, porém, que ouve e não põe em prática, é semelhante a alguém que construiu uma casa no chão, sem alicerce. A correnteza atingiu a casa, e ela, imediatamente, desabou e ficou totalmente destruída”. (Lc.6.45-49)

Neste trecho do Evangelho Jesus Cristo se mostra muito severo. Ele condena as pessoas de duas faces. Pois é fato que tem pessoas que falam bonito, mas não fazem nada daquilo que falam. Por exemplo, sabem explicar como se cuidar para ser uma pessoa honesta. Mas na prática vivem logrando os outros. Tenhamos coragem de confessar, que muitos de nós algumas vezes fizemos isso. Falamos uma coisa e fazemos outra. Assim nos comportamos desde criança. Az vezes acontece, que fazemos coisa errada e com medo do castigo jogamos a culpa nos irmãos ou irmãs. Acontece na escola, que não fizemos um trabalho em casa e mentimos, que ficamos doentes, ou que esquecemos o trabalho e deixamos em casa. Até e nós adultos quantas vezes escondemos a verdade. Abusamos da língua mentindo com a finalidade de nos mostrarmos perfeitos e santos. Acontece que na religião mentimos, também na política, no comércio etc. Escutando nossas conversas, estamos expertos em todas coisas para aparentemente ser perfeitos. Jesus rejeita as pessoas deste tipo, diz que praticam a iniquidade. Jesus não gosta daqueles que falam bonito mas não fazem nada de bom. Construímos a casa na areia.  Jesus Cristo quer que  nós nos valorizemos defendendo a verdade.  “Seja o vosso sim, sim, e o vosso não, não. O que passa disso vem do Maligno.” (Mt.5.37)

São Tiago Apóstolo na sua carta repete a advertência de Jesus Cristo.                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                             “Que nosso sim seja sim, não seja não. Sobretudo, meus irmãos, não jureis, nem pelo céu, nem pela terra, nem com outro juramento qualquer. O vosso sim seja sim, e o vosso não, não. Então não estareis sujeitos a julgamento.” (Tg.5.12)

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades  Facebook |  Twitter |  YouTube |  Instagram. Também temos nosso grupo de notícias no  Whatsapp, todo dia atualizado com novas matérias.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail